Bressan rechaça chororô, e lembra chute de Dagoberto.

Compartilhe esta notícia

Globo
Esporte – Como é comum acontecer em clássicos Flamengo x Vasco, as decisões do
árbitro durante a partida foram assunto entre os jogadores após o empate por 0
a 0, domingo, no Maracanã. Entrada dura de Jonas em Gilberto, de Luan em
Marcelo Cirino… O juiz advertiu com o amarelo. Bressan também se envolveu em
uma disputa pesada, mas como alvo de Dagoberto, que o agrediu pelas costas.

O
zagueiro preferiu minimizar o papel da arbitragem no clássico, mas reclamou
também do último lance, em que o Flamengo sairia para o contra-ataque e o juiz
encerrou a partida.
– Ele
(Dagoberto) me deu um chute por trás (na verdade, um forte empurrão), e o juiz
não deu o cartão. Mas vai da interpretação dele, não vou ficar reclamando. No
último lance, o escanteio era lance de gol para eles. Ganhamos a bola para o
contra-ataque, aí ele acabou jogo. Mas são coisas à parte. Clássico é
diferente. Nós reclamamos, eles reclamaram também. Este assunto arbitragem não
é o mais importante – afirmou.
Bressan
disse ter ficado satisfeito com o rendimento do Fla, mas acredita que será
necessário melhorar para garantir a vaga na final no segundo jogo. O zagueiro
afirmou ainda que o time não irá basear seu jogo na vantagem do empate.

Nossa equipe se portou bem, principalmente no primeiro tempo, quando tivemos
mais chances. Mas o segundo jogo terá uma característica diferente e temos que
estar concentrados para fazermos uma partida melhor que esta. Pensar em empate
só no último minuto do segundo tempo, não vamos jogar em cima desta vantagem.

O
Flamengo reinicia os treinamentos na terça-feira, no Ninho do Urubu. O segundo
jogo da semifinal será no próximo domingo, novamente no Maracanã.

COMENTÁRIOS:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here