Gilmar Ferreira analisa Vasco 0 x 0 Flamengo.

Compartilhe esta notícia

Gilmar
Ferreira – A vitória do Fluminense sobre o Botafogo e o empate entre Flamengo e
Vasco mostram o quão equilibrado está o futebol carioca.

E por
baixo!
Os
jogos são de baixa qualidade técnica e a graça acaba ficando mesmo por conta da
rivalidade.
Uma ou
outra coisa boa, mas zero de plasticidade. Gosto da aplicação do Botafogo,
aprecio a estratégia tática do Flamengo, admiro a cadência do Fluminense e
ainda acho o sistema defensivo do Vasco o mais confiável.
Nenhum
deles, porém, produz um futebol virtuoso.
Quase
sempre, jogam nos erros dos adversários.
Por
isso, com aplicação e concentração é possível chegar à taça…
VASCO 0 X 0 FLAMENGO.
Apesar
de o empate ter feito certa justiça pelo o que os times produziram, o Flamengo
me pareceu num nível abaixo do último confronto entre ambos.
Menos
concentrado, talvez, errando o tempo da bola.
Exceção
de Paulo Vítor, com outra atuação segura.
Os
demais pareceram ansiosos e mais ligados na arbitragem.
Aliás,
se o árbitro estivesse mal-intencionado, Jonas Wallace e Cirino poderiam ter
sido expulsos_ como também o vascaíno Dagoberto.
Disciplinarmente,
o apitador João Arruda não teve a boa atuação do duelo passado.
Quem
esteve melhor do que naquela partida foi o Vasco.
Mas
ainda falta futebol ao meio-campo, embora o time tenha criado boas chances de
gol.
O time
com Dagoberto e Bernardo teve mais a cara de Vasco.
E vem
daí a impressão de que houve melhora.
Por
isso, jogadores e torcida festejaram no final da partida.
Mesmo
com um resultado ruim…
FLUMINENSE 2 X 1 BOTAFOGO.
A
vitória no clássico de sábado mostrou um Fluminense mais depurado e confiante.
Nada
que encante _ mas visivelmente mais bem ajustado em sua sintonia fina, com
pequenos reparos na disposição tática e no espírito de equipe.
Alternou
o comando do jogo com o aguerrido Botafogo de Renè Simões, mas teve equilíbrio
para exercê-lo com eficiência.
Mesmo
com sérios problemas no sistema defensivo, em especial o miolo da zaga, Ricardo
Drubsky distribuiu os jogadores de tal forma que o Fluminense jamais pareceu
batido no jogo.
Mesmo
quando dominado.
Acabou
vencendo por 2 a 1, mas o Botafogo, campeão da Taça Guanabara, perdeu para o
único adversário que o derrotou na fase de classificação.
Jogou
melhor no primeiro tempo e no final do segundo.
Mas
perdeu.
Pode
ser uma questão de estratégia.
Mais
um duelo aberto para os próximos 90 minutos…

COMENTÁRIOS:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here