Marquinhos completa 31 anos com 8 títulos pelo Flamengo.

Compartilhe esta notícia
Garrafão
Rubro-Negro – Idolatria. Muitos jogadores passaram pelo Clube de Regatas do
Flamengo e conseguiram em pouco tempo unir a sua genialidade e o apoio da
torcida rubro-negra. O ala Marquinhos, que se sagrou campeão ontem do NBB 7,
completa 31 anos nesse domingo, pode ser considerado já um ídolo. E muitas
pessoas desconhecem que o ala ao escolher o número da camisa é uma reverencia a
um dos seus ídolos, esse que também marcou passagem pelo Flamengo, o atacante
Romário.
Se
Romário foi considerado por muitos o gênio da grande área, Marquinhos pode ser
considerado um dos gênios dessa atual geração do basquete brasileiro. O
Garrafão Rubro-Negro relembra os títulos do ala pelo rubro-negro nessas três
temporadas dele pelo clube.
Temporada 2012-2013
O
Flamengo no início do NBB 5 teve o desfalque do capitão Marcelinho Machado por
toda a temporada. Derrotas? Nada. Superação e um líder dentro de quadra.
Marquinhos foi um dos principais jogadores rubro-negros naquela conquista juntamente
com Caio Torres que fez a diferença no garrafão rubro-negro.
Nas
competições internacionais, o Flamengo acabou não levando o título no Final
Four da Liga Sul-Americana e foi eliminado na segunda fase da Liga das
Américas. Marquinhos teve um bom desempenho. O ala se consagrou campeão
estadual.
Temporada 2013-2014
Quem
disse que um jogador não é passível de dores ao longo de sua carreira?
Marquinhos teve um início de temporada complicado com dores no joelho, realizou
uma cirurgia e voltou em tempo recorde para ajudar o Flamengo na campanha da
conquista do NBB 6. O entrosamento com Laprovittola e as jogadas com Marcelinho
foram os destaques da campanha.
Calejado
pelo insucesso da temporada anterior, o Flamengo jogou a Liga das Américas com
gana de vencer a competição. Chegou e sediou o Final Four, Marquinhos foi um dos
protagonistas da final contra o Pinheiros. Nessa temporada, o ala se sagrou
bicampeão estadual pelo clube.
Temporada 2014-2015
Muitos
jogadores sonham em ser campeão do mundo pelo clube na qual defendem,
Marquinhos assumiu essa responsabilidade no Mundial contra a equipe israelense
do Maccabi Tel Aviv. Com boa atuação no segundo jogo, o ala ajudou o Flamengo a
entrar para a história do basquete mundial com essa conquista inédita.
O
Flamengo teve a chance de repetir o sucesso da Liga das Américas da temporada
passada, mas o time acabou não sabendo sair da defesa imposta pelo Pioneros.
Terminou em terceiro lugar, Marquinhos e assim como todo o elenco naquela
oportunidade tiveram um rendimento abaixo do esperado.
Com
campanha irregular no início do NBB e uma classificação a quem da expectativa
da torcida, o Flamengo soube superar suas adversidades e encontrou seu prumo na
fase de playoff da competição. Marquinhos foi um dos protagonistas da conquista
rubro-negra diante do Bauru. Nessa temporada, o ala conquistou também o
tricampeonato estadual.
Agora
fica a expectativa da torcida sobre o futuro de Marquinhos. A vontade da nação
rubro-negra é que tenhamos fumaça branca e o ala permaneça na Gávea.

COMENTÁRIOS:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here