Atlético e Flamengo duelam na grama natural da Arena pela última vez

16

TERRA.COM.BR – Na despedida da grama natural,
uma vez que a Arena da Baixada, em Curitiba (PR), terá grama sintética em 2016,
o Flamengo
visita o Atlético-PR neste domingo, às 19h30(de Brasília), pela penúltima
rodada do Campeonato Brasileiro em uma partida sem muitas atrações, pois os
dois times apenas cumprem tabela. As duas equipes aparecem na parte
intermediária da classificação, sem lutarem por vaga na Libertadores e nem
correrem risco de rebaixamento. Os cariocas, que empataram por 1 a 1 com a
Ponte Preta na rodada passada, somam 49 pontos, um a mais que o Furacão, que
vem de um empate sem gols contra o Sport.
O Flamengo está vivendo um momento de indefinições e
isso se reflete em campo. O técnico Oswaldo
de Oliveira
foi demitido, e o presidente Eduardo Bandeira de Mello terá que
ganhar a eleição de 7 de dezembro para ser mantido no cargo. Os jogadores
reconhecem que o clima é pouco agradável.
“Esse é um momento melancólico, pois a
gente sabe que poderia estar melhor na tabela e infelizmente o time não deu
liga. O Flamengo
não pode ficar tanto tempo, tantos anos, terminando o Campeonato Brasileiro
dessa maneira. Mas temos que honrar a camisa do clube e essa é a maior
motivação para domingo”, disse o zagueiro Wallace.
O Flamengo terá mudanças. O meia Alan Patrick, com
dores no músculo adutor da coxa esquerda, deverá ser preservado. Outro problema
é o atacante Paolo Guerrero, suspenso por acúmulo de cartões amarelos. No meio,
Everton, que jogou improvisado na lateral esquerda contra a Ponte Preta mantém
a posição, já que Jorge, preservado diante da Macaca, ficará de fora por causa
de dores lombares. No ataque, Kayke ganha nova oportunidade ao lado de Emerson
Sheik.
Será a despedida do Atlético da Arena da
Baixada no ano e, possivelmente, caso os planos da atual diretoria sejam
concretizados, a última partida no estádio com grama natural. Estes, e a
vontade de somar o máximo de pontos possíveis nas duas últimas rodadas são os
principais motivos para convencer o torcedor a comparecer.
Os jogadores, que contam os dias para o
começo das férias, também procuram motivação. A principal delas é mostrar
serviço, seja para seguir no Furacão ou para buscar uma transferência. Porém,
mostrando profissionalismo, o técnico Cristóvão Borges, que reencontrará o Flamengo,
vai com força máxima, exceto pelo volante Fernando Barrientos, que recebeu o
terceiro cartão amarelo e cumpre suspensão.
Para preencher a vaga, algumas opções
imediatas. A primeira delas é Hernani, com Deivid logo atrás na disputa. Ambos
foram titulares em algum momento da temporada, com altos e baixos, e querem
mostrar serviço. Se quiser modificar a estrutura, deixando o time um pouco mais
ofensivo, Daniel Hernández aparece como favorito para começar jogando.
Outra possível novidade é a entrada de
Ewandro, que tem atuado bem no time e, se não começar como titular, deverá mais
uma vez entrar durante a partida a pedido da torcida. “Tento sempre fazer
os gols para ganhar os jogos e assim animar a nossa torcida. Ela é muito
importante quando está do nosso lado. Então, é trabalhar forte para aproveitar
ao máximo as oportunidades que surgirem, pois assim os gols saem naturalmente”,
acrescenta.
FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-PR X FLAMENGO
Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data: 29 de novembro de 2016 (Domingo)
Horário: 19h30(de Brasília)
Árbitro: Marcelo Aparecido de Souza (SP)
Assistentes: Fabio Rogerio Baesteiro (SP) e
Fabricio Porfirio de Moura (SP)
ATLÉTICO: Weverton, Eduardo, Cleberson,
Vilches e Roberto; Otávio, Hernani (Daniel Hernández), Marcos Guilherme,
Sidcley e Nikão; Walter
Técnico: Cristóvão Borges
FLAMENGO: Paulo Victor, Pará, Wallace, César
Martins e Jorge (Jajá); Jonas, Márcio Araújo, Gabriel e Everton; Emerson Sheik
e Kayke

Técnico: Jayme de Almeida

COMENTÁRIOS: