Everton rebate acusações de torcedora do Flamengo.

13
GLOBO
ESPORTE – Éverton usou o Twitter na tarde desta segunda-feira para desabafar. O
jogador do Flamengo atirou contra pessoas que estariam “inventando
mentiras” a seu respeito. O atleta foi acusado de ter xingado, no
aeroporto de Brasília, a torcedora Ana Beatriz Zayat. Ela mesma divulgou o
acontecimento em sua conta na rede social. Ele reagiu afirmando que pode
acionar seu advogado tanto contra a pessoa que começou o boato quanto contra as
que estão compartilhando-o.

Fala pessoal. Tenho algumas coisas pra dizer aqui e serei breve. Primeiramente
quero dizer que tenho o maior carinho com a maravilhosa torcida do Flamengo,
desde a minha primeira passagem! Conquistamos títulos juntos, grandes vitórias
e temos uma história! E isso deve ser respeitado. Dito isso, fiquei sabendo que
estão inventando mentiras a meu respeito. Quem me conhece sabe que eu nunca
destrataria ninguém! Torcedor do Flamengo, rivais ou qualquer pessoa. Eu não
sou assim, e não foi essa a educação que eu recebi em casa. As pessoas acham
que a internet é uma terra sem lei, aonde podemos inventar o que quisermos, sem
consequências. Então, eu e meus advogados estamos observando tudo o que está
sendo falado. Acusar sem provas é crime. E quem compartilha mentiras é cúmplice
deste crime. Então, não acreditem em tudo que falam por aqui. Um grande abraço
e fiquem com Deus. – escreveu o jogador.

A
torcedora não abriu mão do seu direito de tréplica. Mencionando o atleta, ela
respondeu pedindo que fossem divulgadas as imagens do aeroporto.


Não tenho porquê, nem para que mentir. Me mandou tomar no…, no aeroporto de
Brasília, e não é homem pra assumir. Mandar tomar no… e vir negar em Twitter
é fácil. Como você disse, qualquer um faz. Já não é o primeiro boato que você
nega – disse.
Éverton
vivia bom momento com a camisa do Flamengo até se envolver em polêmica
envolvendo festa em véspera de treino, junto com o grupo de jogadores do Flamengo
conhecido como “Bonde da Stella” (além dele, Paulinho, Marcelo
Cirino, Pará e Alan Patrick fazem parte). O jogador, assim como seus
companheiros, foi afastado por alguns jogos do elenco. Ele voltou recentemente,
mas ainda não reconquistou a confiança dos rubro-negros.
Na
rede social, em resposta ao seu desabafo, podem ser lidos alguns comentários
lembrando o episódio.

Quisera eu que falta de comprometimento também fosse (crime), porque já estaria
te processando – escreveu um dos torcedores.
Éverton
esteve em campo no último domingo, no Mané Garrincha, em empate contra a
Ponte-Preta. Ele atuou na lateral-esquerda e não encheu os olhos com a atuação.
O resultado tirou matematicamente as chances rubro-negras de Libertadores no
ano.

COMENTÁRIOS: