Fla freia renovações por eleição e tem dúvidas sobre Sheik e Márcio Araújo

14
O Flamengo não pretende anunciar os contratos
renovados pelo menos até a eleição presidencial do dia 7 de dezembro. Embora a
diretoria esteja no mercado, o consenso nos bastidores é o de esperar para
saber quem comandará o Rubro-negro no triênio 2016-17-18. Emerson Sheik e Márcio Araújo são os nomes discutidos pelo comitê de futebol e
existem dúvidas sobre ambos.
 O desejo pela permanência do atacante por
mais um ano na Gávea é unanimidade entre os dirigentes e as tratativas estão em
estágio avançado. No entanto, a possibilidade de um aumento salarial não foi
totalmente aprovada pela diretoria.
A meta é fechar o novo contrato com o mesmo
salário – em torno de R$ 250 mil – e
premiações por metas alcançadas
. O clube aguarda os desdobramentos e espera
concluir a operação antes do pleito. Favorito à reeleição, o presidente Eduardo Bandeira de Mello pretende
anunciar as primeiras mudanças no futebol se as urnas confirmarem a previsão. A
permanência de Sheik está na lista.
A situação do volante Márcio Araújo é um pouco mais delicada. Existe uma divisão no
Rubro-negro sobre a renovação por um ano. Ainda é uma tendência, porém, os
integrantes do Conselho Gestor têm dúvidas sobre o rendimento do jogador na
próxima temporada.
 Márcio foi um dos que mais
entraram em campo pelo Flamengo desde 2014 e ficou marcado pelo gol do título
estadual no mesmo ano. No entanto, a irregularidade pesa contra na hora da
decisão sobre a continuidade.

As dúvidas seguem e o
Rubro-negro
trabalha para solucioná-las até o esperado 7 de dezembro. Certo mesmo é que
quatro jogadores encerram os contratos no fim de 2015 e estão fora do clube: os
laterais Ayrton e Armero, o zagueiro Marcelo e o meia Almir.

COMENTÁRIOS: