Flamengo lamenta mau ajuste que lhe deixou sem objetivos.

12

ESPN
– Das 36 rodadas disputadas até aqui, somente em duas o Flamengo fez jus a
própria grandeza e apareceu entre os quatro melhores do Campeonato Brasileiro.
Mas desde setembro as coisas só pioraram na Gávea, a ponto de deixar o
Rubro-Negro sem qualquer objetivo a dois jogos do final da temporada.

“É
uma percepção minha, mas talvez faltou uma sintonia melhor entre nós, podíamos
estar um pouquinho melhor ajustados”, arrisca o zagueiro Wallace,
diagnosticando o que julga ter sido o erro do Flamengo neste ano.
“Começamos a trazer problemas desnecessários para cá. Isso tem peso no
campo, o externo influencia no interno”, avalia.
O
extracampo citado pelo defensor tem tudo a ver com o chamado “Bonde da
Estela”, grupo formado por cinco jogadores que foi flagrado em uma festa
quando a situação em campo não ia bem. Foi a gota d’água para estourar a crise,
que encerrou definitivamente qualquer chance de G-4.
É
verdade que a distância em pontos nunca chegou a ser inalcançável como agora,
mas a bola jogada pelo Flamengo há muito tempo não é digna de melhores posições
no Brasileirão. Tanto que a equipe tem apenas a 13ª melhor campanha do returno,
muito abaixo do sexto lugar do primeiro turno. Não é à toa que Wallace admite o
Rubro-Negro encerrando 2015 “oscilando de forma exacerbada”.
Sem
qualquer definição importante, os dois últimos compromissos da equipe nesta
temporada são contra Atlético-PR e Palmeiras. Daí em diante o Flamengo passa a
pensar o ano que vem, provavelmente começando pela permanência ou não do
técnico Oswaldo de Oliveira.

COMENTÁRIOS: