Flamengo sofre diante do Sorocaba, mas vence a terceira.

12
GLOBO
ESPORTE – A falta de luz no ginásio perseguiu o Flamengo na passagem do time
por Sorocaba. Depois de treinar às escuras na véspera do duelo, o time ainda
sofreu com a queda de energia durante o jogo e, mesmo enfrentando um adversário
complicado, venceu a Liga Sorocabana por 76 a 68, na noite desta quarta-feira,
pela quinta rodada do Novo Basquete Brasil (NBB). O jogo foi disputado no
ginásio Gualberto Moreira, em Sorocaba.
O
Flamengo sofreu com as ausências de Robinson, com febre, e Olivinha, machucado
desde a estreia, mas mesmo assim conseguiu dominar o time sorocabano. Neto, com
27 pontos, foi o cestinha do jogo. Pelo time carioca, JP Batista anotou 16
pontos e liderou a equipe. Outros três rubro-negros marcaram pelo menos 10
pontos: Rafa Luz, Mineiro e Marquinhos.
As
duas equipes voltam a jogar nesta sexta-feira. Novamente no ginásio Gualberto
Moreira, em Sorocaba, a LSB mede forças com o Macaé, às 20h. Antes, às 19h30, o
Flamengo pega o Paulistano, no ginásio Antônio Agostinho Prado, em São Paulo.
O jogo
O
duelo começou aberto e com a vantagem dos ataques. Sorocaba pontuou com Clahar
e Renato, enquanto a resposta do Flamengo veio com o garrafão e JP Batista.
Quando o jogo ficou equilibrado, a cena do jogo entre LSB e Basquete Cearense
se repetiu: faltou energia no local e a única iluminação era a de emergência ou
a dos celulares do público. Após 25 minutos de paralisação, o Flamengo voltou
melhor com Rafa Luz e Gegê, que viraram para o Fla. O time carioca fechou a
parcial à frente: 17 a 22.
A
equipe visitante voltou bem para a segunda parcial e conseguiu fugir da
marcação sorocabana de saída de bola. Em uma dessas oportunidades, Marcelinho
recebeu livre na zona morta e não perdoou. Logo depois, Meyinsse conferiu mais
dois para o Fla, deixando a diferença em 11 pontos. Mas na base do jogo
individual de Neto, os sorocabanos descontaram para apenas três pontos antes do
intervalo: 38 a 41.
Na
volta dos vestiários, Sorocaba adotou uma postura diferente, equilibrando o
jogo. O time da casa foi para cima do Flamengo e em boa sequência, Clahar fez
de três pontos, Lupa deu o toco em Marcelinho e depois Jefferson Socas virou
para 43 a 41. A festa da torcida durou pouco. Marcelinho fez cinco pontos
seguidos e recolocou o Rubro-Negro na frente. O equilíbrio persistiu até o
estouro do relógio na parcial: 53 a 57.
Os
cinco primeiros minutos do quarto derradeiro foram de muita disputa. As equipes
apertaram as marcações, deixando o jogo nervoso. Em um bom momento, Meyinsse
recuperou um rebote de ataque para o Flamengo e Mineiro anotou dois pontos,
deixando o placar em 59 a 65.
O
bom momento do Flamengo se refletiu nos rebotes de ataque, que praticamente
decidiram o jogo. Os sorocabanos tentaram uma última reação, mas já era tarde:
LSB 68 x 76 Flamengo.
ESCALAÇÕES
LSB: Clahar (10 pontos),
Ridley (6), Neto (27), Renato (9), Lupa (4). Entraram: Chupeta (0), Gradnigo
(0), Lacerda (8), Socas (4).
Flamengo:
Rafa Luz (12 pontos), Marquinhos (10), Mineiro (10), JP Batista (16), Gegê (5).
Entraram: Marcelinho (15), Mingau (0), Meyinsse (8).
ESTASTÍSTICAS
LSB:
Bolas
de 3: 7/24
Bolas
de 2: 19/42
Lances
Livres: 9/11
Rebotes:
32
Assistências:10
Roubos:
13
Flamengo:
Bolas
de 3: 8/17
Bolas
de 2: 18/34
Lances
Livres:16 /23
Rebotes:
35
Assistências:19
Roubos:
8

COMENTÁRIOS: