Flamengo tem acordo apalavrado com Willian Arão.

28
GLOBO
ESPORTE – O Flamengo trabalha de forma silenciosa para tirar um jogador
importante de um dos seus rivais no Rio de Janeiro. Destaque da campanha do
Botafogo na Série B do Campeonato Brasileiro e autor do gol do título – o
segundo da vitória por 2 a 1 sobre o ABC-RN na noite dessa sexta-feira, que
garantiu o caneco ao Glorioso, o volante Willian Arão está muito perto de
vestir a camisa rubro-negra em 2016. A negociação foi iniciada há alguns meses,
e o clube da Gávea recentemente deixou o acerto apalavrado.
A
única coisa que pode atrapalhar a transação é uma cláusula presente no contrato
de Arão com o Botafogo. Ela prevê que, caso haja interesse do clube, haverá
renovação automática por por mais dois anos (até o fim de 2017), desde que o
Bota desembolse R$ 400 mil para adquirir mais 20% dos direitos econômicos do
volante – totalizando 70%, uma vez que 50% já haviam sido estabelecidos no
primeiro contrato. Se o compromisso for renovado, o valor da multa rescisória
passaria a ser de R$ 20 milhões. Essa cláusula vale até o fim do contrato
atual, que termina em 30 de novembro, ou seja, daqui a nove dias.
O
Flamengo não se manifesta oficialmente por conta da proximidade das eleições na
Gávea, que ocorrerão no dia 7 de dezembro, mas acompanha atentamente a situação
de Arão e não teme que a cláusula seja empecilho para a transferência. A oferta
salarial é cerca de três vezes maior do que o volante recebe no Botafogo.
Procurado pelo GloboEsporte.com, o diretor executivo de futebol do Fla, Rodrigo
Caetano, despistou e disse que só poderá falar sobre atletas após o pleito.
A
diretoria alvinegra, por sua vez, já declarou que pretende renovar com Willian
Arão para a próxima temporada. Os problemas financeiros vividos pelo clube,
porém, dificultam o acerto. Além disso, o próprio Arão tem dado sinais de que
não quer permanecer, e existe uma grande preocupação em manter um jogador
insatisfeito.
Após
o gol do título, o volante concedeu entrevista ainda no campo e falou sobre o
futuro, mas tentou desconversar. Havia bastante tempo que ele estava em
silêncio sobre o tema, assim como seu pai e empresário, Flávio Arão.

Vivo um dia após o outro. Isso eu deixo para depois. Agora quero comemorar.
Cumprimos a missão, fui contratado para isso. Agora vou sentar com meu pai,
avaliar as coisas e decidir o futuro – afirmou o camisa 8.
Outras
atitudes recentes de Willian Arão deixaram a relação com o Botafogo
estremecida. Em setembro, após uma vitória, ele se desentendeu com o
vice-presidente de estádios Anderson Simões no vestiário do Nilton Santos por
conta da forma de pagamento do “bicho” do jogo anterior. Acabou
repreendido publicamente pelo presidente Carlos Eduardo Pereira. Em outra
situação, há uma semana, o jogador reclamou das vaias da torcida na derrota
para o Santa Cruz por 3 a 0 em casa – o time já havia garantido o acesso à
Série A na rodada anterior, mas desperdiçou a chance de ser campeão naquele dia
com o resultado negativo. Por isso, combinado à negociação com o Flamengo, os
alvinegros têm se mostrado com um pé atrás.
Além
de Willian Arão, outro jogador está apalavrado com o Fla para a próxima
temporada: o zagueiro Juan, revelado pelo próprio clube e que está em fim de
contrato com o Internacional. Se tudo correr conforme o esperado para a atual
diretoria, que conta com a vitória nas eleições, os dois nomes serão anunciados
logo após o pleito presidencial.

COMENTÁRIOS: