JP Batista brilha, e Flamengo vence o Rio Claro.

14
GLOBO
ESPORTE – A marcação estava atenta, mas era dali, da linha dos três, que
Marcelinho queria fazer a sua primeira cesta. A que marcaria a estreia no NBB
8, depois de três semanas de recuperação por conta de uma artroscopia no joelho
direito. Viu a redinha balançar e a arquibancada levantar. Aos 40 anos, o
ala-armador ainda vibrou a cada assistência que deu para os companheiros. Nesta
sexta-feira, na primeira partida na Gávea, o Flamengo contou com uma noite
inspirada de JP Batista, dominou o Rio Claro e assegurou sua segunda vitória em
três jogos: 102 a 70.
Se
teve seu jogador mais experiente de volta, a equipe perdeu Olivinha. Na
terça-feira, o ala-pivô, que pensava apenas ter sofrido uma entorse no
tornozelo, teve diagnosticado um edema ósseo na fíbula direita. O tempo de
recuperação é estimado, no mínimo, em três semanas. Da arquibancada, ele
engrossou a torcida. E aplaudiu os 26 pontos anotados por JP Batista, o
cestinha. Marquinhos fez 17. Marcelinho terminou com 12. Do outro lado, o maior
pontuador foi Dedé, com 15.
O
próximo compromisso do Rubro-Negro será contra a Liga Sorocabana, na
quarta-feira, no interior de São Paulo, às 20h. Já o Rio Claro encara o São
José, na terça-feira, também às 20h.
O JOGO

Se
não encontrava espaço para entrar no garrafão dos anfitriões, Tatu e Dedé  iam para a linha de três e tinham sucesso.
Para ajudar, uma roubada de Alemão e uma bobeada no ataque seguinte do Flamengo
faziam o Rio Claro fugir no placar (16 a 8). O técnico José Neto trocava as
peças. Rafael Luz e Meyinsse deixavam o banco. O time ia se ajustando, JP
Batista e Marquinhos passavam na marra pela marcação e contribuíam para a
retomada do comando do marcador (22 a 21). Marcelinho também era chamado para o
jogo a 46s do fim do primeiro quarto. Mas a parcial ficava com os visitantes:
28 a 27.
Marcelinho
era bloqueado na primeira tentativa de longe. Pouco depois, encontrava Meyinsse
livre, dava outro bonita assistência para Mineiro. Os tricampeões iam se
soltando e ditavam o ritmo (36 a 31). Meyinsse seguia aproveitando os passes
açucarados de Marcelinho e levantava a torcida com mais uma enterrada. A
diferença chegava aos 12 pontos (45 a 33). E aumentava depois do arremesso de
longe de Marcelinho, que deixava a quadra após cometer sua terceira falta. O
time paulista não criava dificuldades na defesa, desperdiçava ataques. Gui
Deodato procurava a linha de três, mas a bola teimava em bater no aro. A de
Rafael Luz caía e o Flamengo agradecia: 54 a 38.
O
Rio Claro tentava adotar uma postura mais agressiva. Imprimia velocidade e dava
um pouco mais de trabalho. Marcelinho voltava à quadra. Os comandados de José
Neto administravam a vantagem, que rodava na casa dos 14 pontos. Sem sustos, o
Rubro-Negro levava o terceiro quarto e caminhava para um triunfo tranquilo: 72
a 57.
Marcelinho
permanecia no jogo. Ia ganhando ritmo de jogo e colocando mais cestas, duas de
dois e outra de três, na conta. Com a ajuda dele, a frente ia aumentando (85 a
65). Marcelo Tamião pedia tempo. De pouco adiantava. O time paulista não se
encontrava. Marcelinho, sim. Seguia com a mão calibrada e recebia os
cumprimentos dos companheiros. Assim como JP Batista. O ritmo não caía, e a
cantoria não parava. Com a vitória no bolso, os reservas iam ganhando lugar. O
Rio Claro amargava a terceira derrota em quatro compromissos. No fim, placar
centenário: 102 a 70.
FICHA TÉCNICA
Flamengo 102
x 70 Rio Claro
Rodada: 3ª
Local: Ginásio Hélio
Maurício (Gávea)
Árbitros:
Jacob Cassimiro Barreto (1), Gustavo Edson Mathias (2) e Vinicius Simões da
Silva (3)
FLAMENGO
Titulares:
Gegê (2), Rafael Mineiro (13), Marquinhos (17), Robinson (10) e JP Batista
(26). Entraram: Marcelinho (12), rafael Luz (5), Danielzinho (0), Pedro (0),
Mingau (4), Jorge (0) e Meyinsse (13). Técnico:
José Neto.
RIO CLARO
Titulares:
Tatu (9), Dedé (15), Gui Deodato (7), Teichmann (10) e Daniel Alemão (7).
Entraram: Vinicius (0)0), Caio (14), Penna (0), Atílio (4), Jackson (1), Pastor
(3) e Tom (0). Técnico: Marcelo
Tamião. 
RESULTADOS DO DIA
Paulistano
77 x 63 Vitória
Flamengo
102 x 70 Rio Claro
Liga
Sorocabana 70 x 78Basquete Cearense

COMENTÁRIOS: