Flamengo e Fluminense adotam estratégias diferentes para ter Henrique

13

EXTRA – De um lado, o Flamengo; do outro, o Fluminense. Entre os rivais históricos,
o zagueiro Henrique, do Napoli. Se o
objetivo da dupla é comum, os caminhos escolhidos para chegar em primeiro na
corrida pela contratação do defensor são bem distintos.
Apoiados pelo grupo de investimentos Doyen
Sports
, os rubro-negros fizeram contato diretamente com o jogador, que não
disputa uma partida oficial desde o dia 10 de maio. O nome foi avalizado pelos
profissionais rubro-negros que monitoram o mercado e recebeu o sinal verde de Muricy Ramalho. Entre clube e Henrique, tudo certo, inclusive
salários e tempo de duração de contrato.
Mas agora há a necessidade de dobrar os
italianos, que não ficaram satisfeitos com a postura “agressiva” do Flamengo.
A Doyen está disposta a pagar o valor integral da liberação, mas o Flamengo,
que será credor do grupo, tenta diminuir esta quantia.
Por outro lado, o Fluminense trilhou o caminho considerado o mais tradicional: fez
proposta pelo zagueiro e aguarda o desenrolar das negociações. Pesa contra o
Tricolor, no entanto, o “ok” que Henrique
deu ao Flamengo,
confirmado até por Muricy Ramalho,
em entrevista à Rádio Tupi. A emissora italiana Sky Sports, por sua vez, afirma
que o destino mais provável é a sede das Laranjeiras.

O assunto ainda deverá durar alguns dias, já
que Henrique curte alguns dias de
férias em Dubai, nos Emirados Árabes. Até lá, o Fla-Flu seguirá fora de campo.

COMENTÁRIOS: