Mancuello agita torcida com foto, mas argentinos veem negociação travada

12

GE – Um dos desejos do Flamengo para a próxima temporada, o
meia Federico Mancuello, do
Independiente-ARG, agitou a torcida rubro-negra na noite desta quarta-feira ao postar
uma foto no Instagram. Nela, o jogador aparece na sacada de um hotel na Zona
Sul do Rio de Janeiro com a mensagem “memórias” escrita na legenda.
Como existe negociação em curso, muita gente se animou nas redes sociais, mas a
situação não é tão simples quanto pareceu. A foto, por sinal, foi tirada seis
meses atrás, quando Mancuello passou
alguns dias de férias na Cidade Maravilhosa.
O diretor executivo de futebol Rodrigo
Caetano e o diretor geral Fred Luz foram a Buenos Aires nesta quarta. Um dos
tópicos da viagem era Mancuello, e a
dupla se reuniu com dirigentes do Independiente. No entanto, de acordo com
Jorge “Puma” Damiani, diretor de futebol do clube argentino, o acerto
entre as partes não está perto.
– Não avançamos como queríamos, mas o Flamengo
não está descartado – disse ao GloboEsporte.com o dirigente, que preferiu não
citar valores e revelou ter ficado combinado um novo encontro entre as
diretorias.
Perguntado sobre números, Jorge Damiani deu
40% de possibilidade para o Rubro-Negro fechar negócio e ficar com o camisa 11
do time de Avellaneda. Não chega a ser animador. A questão principal é que o Fla
tenta reduzir os valores da compra, enquanto os argentinos fazem jogo duro.
Mancuello
quer jogar no Fla e faz pressão
Mas se Mancuello
não está próximo do acerto com o Flamengo, por que postaria uma foto nesse estilo?
O GloboEsporte.com apurou com fontes ligadas ao jogador que ele tem muita
vontade de vestir a camisa rubro-negra em 2016. E o Independiente, por sua vez,
quer fazer caixa com a venda do atleta. A postagem foi para instigar a torcida
e, de certa maneira, colocar uma dose, mesmo que pequena, de pressão nos
dirigentes do clube carioca.
O primeiro contato oficial do Fla por Mancuello ocorreu na semana passada. Por
meio do empresário Jorge Cyterszpiler, o clube enviou oferta de US$ 1,5 milhão,
o equivalente hoje a cerca de R$ 6
milhões
, para comprar 50% dos direitos do canhoto de 26 anos – a outra
metade permaneceria com o Independiente. O contrato oferecido foi de três anos,
até o fim de 2018. Os argentinos recusaram e na sexta fizeram contraproposta de
US$ 3 milhões (R$ 12 milhões).

De acordo com o diretor Jorge Damiani, o Flamengo
sinalizou a subida da oferta antes de viajar à Argentina. Na reunião em Buenos Aires,
porém, a situação seguiu indefinida. A viagem à capital dos hermanos também
serviu para outros contatos. Além de Mancuello,
o Fla
negocia com outro meia argentino, mas este é mantido sob total sigilo.

COMENTÁRIOS: