Nem começou e já agradou. O que fez o Flamengo se encantar por Muricy

16

UOL – A diretoria do Flamengo está encantada com o início
de trabalho do técnico Muricy Ramalho.
Com a disposição de um iniciante após oito meses de descanso, o treinador
surpreendeu os dirigentes logo nas primeiras reuniões sobre 2016. O comandante
está empolgado com a missão de mudar o Rubro-negro de patamar e adotou um discurso que
deixou a administração convicta sobre a escolha.
Durante a coletiva de apresentação, Muricy foi aprovado a cada resposta por
dois personagens fortes na gestão do presidente Eduardo Bandeira de Mello. O
vice de futebol Flávio Godinho e o vice de gabinete Plínio Serpa Pinto
acompanharam atentamente o evento e balançaram algumas vezes a cabeça em sinal
de positivo.
O ponto que mais agradou foi justamente
quando o técnico tocou na questão da disciplina e deixou claro que exigirá
bastante dos atletas. O descaso com o clube não será tolerado, algo que os
pares do mandatário já cobravam.
As indicações de reforços nível “A”
e o entendimento de que o Rubro-negro ainda trabalha para estruturar o CT
Ninho do Urubu transmitiram “química” aos cartolas. Apesar da
conhecida pressão por resultados, eles têm a confiança de que Muricy Ramalho cumprirá o contrato de
dois anos.
Nos bastidores e nas reuniões da diretoria, Muricy é avaliado como a “escolha
mais certa” feita pela gestão Bandeira de Mello desde janeiro de 2013. Com
o treinador, os rubro-negros dizem acreditar que o futebol enfim dará
resultado.

“Houve uma interação muito grande com o
que ele planeja em termos de estrutura. Foi quase amor à primeira vista. Admito
que ele também escolheu o Flamengo mesmo com outras propostas. É um técnico
vencedor e uma pessoa simples. A humildade é uma das maiores qualidades do ser
humano. Se deixar, o Muricy fica na
resenha durante horas [risos]. Dizem que o grande time começa com um grande
goleiro, mas acho que começa com um grande treinador”, comentou Godinho.

COMENTÁRIOS: