Apesar de saídas, Primeira Liga manterá divisão de Cotas da TV.

17
Foto: Cris Dissat / Fim de Jogo

RODRIGO
MATTOS
: A diretoria da Primeira Liga pretende manter inalterado o valor do
acerto com a Globo para os direitos do campeonato mesmo com as saídas de
Atlético-PR e Coritiba. A proposta da emissora era pagar cerca de R$ 70 milhões
por três anos. A discussão do contrato deve ocorrer em relação ao impacto da mudança
de cronograma da competição.

O
abandono da liga pelos times paranaenses ocorreu porque eles não concordaram
com a divisão de cotas de televisão. Pelo acordo feito entre os clubes, o
Flamengo receberá mais dinheiro, sendo um segundo grupo composto pelos times
mineiros, gaúchos e o Fluminense. Em seguida, viriam os paranaenses.
Essa
divisão deve ser mantida, embora ainda não tenha havido votação. O que ainda
terá de ser conversado com a Globo para se fechar efetivamente o contrato é a
questão das datas.
Com o
calendário apertado no início do ano, onde a CBF concentrou mais competições, a
Primeira Liga teve de marcar as fases finais para agosto, setembro e outubro,
quando será a decisão. A diretoria da liga admite que terá de conversar com a
Globo sobre essas modificações em relação ao previsto inicialmente.
Fora
isso, a liga foca em tentar obter receitas com placas e naming rights para
tentar alavancar os ganhos.

COMENTÁRIOS: