CBF pede que Chapecoense monte time e jogue com Atlético-MG.

14
Flores na rede do gol da Arena Condá, Estádio da Chapecoense – Foto: Heuler Andrey/Getty Images

TERRA:
A CBF pediu à Chapecoense que monte um time alternativo para enfrentar o
Atlético-MG na última rodada do Campeonato Brasileiro,  domingo (11), na Arena Condá. A intenção da
entidade é que haja um grande evento em homenagem às vítimas do acidente aéreo
na madrugada da terça (28) e que toda a cidade se envolva na celebração.

Os
dirigentes da Chapecoense argumentaram ao presidente da CBF, Marco Polo Del
Nero, que não teriam time para escalar – 19 jogadores do clube morreram na
tragédia. Mas o mandatário da confederação sugeriu que a equipe usasse até
mesmo atletas dos juniores, além de profissionais recém-recuperados de contusão
e outros que não vinham sendo aproveitados pelo técnico Caio Junior.
A
informação foi dada nesta quarta pelo presidente em exercício da Chapecoense, Ivan
Tozzo. Ele deixou a entender que seu clube aceitou a sugestão, mas não quis dar
mais detalhes. Afirmou que a prioridade no momento é a assistência às famílias
de atletas e demais funcionários e dirigentes do clube que estavam no avião e
também à preparação de um velório coletivo no estádio utilizado pelo clube.
Para
viabilizar esse time alternativo, a CBF teria que avalizar a participação de
jogadores que não estavam inscritos no Brasileiro.  Isso é possível por meio de uma medida administrativa.
A possibilidade de o jogo não ser realizado chegou a ser levantada pelo
Atlético-MG, em razão da comoção nacional por causa da morte de 71 pessoas na
tragédia.

COMENTÁRIOS:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here