Cinco motivos para o Flamengo renovar com Márcio Araújo.

25
Gol de Márcio Araújo que deu título ao Flamengo contra o Vasco – Foto: Reprodução

DNA
RUBRO-NEGRO
: Neste post não haverá nenhum tipo de argumento fundamentado em
sentimentos. Aqui o pragmatismo na leitura de números e fatos vigorará em
detrimento a qualquer saudosismo do futebol dos “lords” Andrade e Adílio. Odeio
ser o arauto das péssimas notícias, mas a década de 80 se foi há anos. Se o
leitor não for adepto à estatísticas e aceitar a dura realidade dos fatos,
talvez este não seja o artigo indicado para a sua leitura.

Dito
isto, iniciarei aqui uma pequena lista de 5 MOTIVOS provando que a renovação
com nosso cabeça-de-área é o único movimento correto. Isso não quer dizer que
defendo o mesmo como titular absoluto para o ano que vem, mas não podemos abrir
mão do Márcio Araújo.
1- Os números não mentem.
Os
números do Márcio Araújo são impressionantes. Ele é o terceiro jogador do time
que mais desarma, atrás apenas de Arão e Jorge. E o nono melhor no campeonato
neste quesito:

Além
de ser um dos TOP 10 em desarmes do campeonato inteiro, é um jogador que erra
poucos passes e um volante que tenta lançamentos. Possui um índice de acertos
de 66%, com 45 lançamentos corretos e 23 errados. É o quinto que mais acerta no
time e o oitavo que mais erra. Ou seja, tem outros SETE jogadores no plantel
que erram mais lançamentos do que o perseguido Márcio Araújo. No campeonato há
outros 195 jogadores que erram mais lançamentos do que o nosso volante (CENTO E
NOVENTA E CINCO JOGADORES ERRAM MAIS DO QUE O MÁRCIO ARAÚJO NO CAMPEONATO).

O
número de passes errados do nosso camisa oito também é muito pequeno. Segue uma
pequena estatística:
Passes
errados (PE):  75. Em média, o erro é de
APENAS dois por partida. Isto quer dizer, que há partidas que o MA não errou
nenhum passe. Sendo assim, o volante tem um índice de acerto de passes que
beira os 90%. Excelente para um cabeça-de-área.
Faltas
cometidas (FC): 33 (menos de uma por partida). Ganhou um cartão amarelo e um
vermelho no campeonato inteiro, ambos contra o Palmeiras e O VERMELHO ATÉ HOJE
É MUITO CONTESTÁVEL.
Os
números mostram um volante que cumpre seu papel, sem violência e que erra muito
pouco. Números consistentes de um bom cabeça-de-área. Números incontestáveis.
2- Poucas opções no mercado.
Jogar
no Flamengo não é para qualquer um. Isso todos nós sabemos. No ano passado
contratamos o Jonas, o Schweinsteiger do Maranhão, depois de brigarmos com o
Corinthians e São Paulo para contratá-lo. Foi um verdadeiro fiasco e agora
amarga o segundo empréstimo sem ter chance no Mengo.
Não
adianta contratar um cabeça-de-área que arrebente no Vitória, Sport ou outro
time que não tenha a pressão do Flamengo. Promessa aqui não vigora. Precisamos
de nomes de peso e esses estão na Europa. Eles querem voltar para jogar no
Flamengo? E se quiserem, eles precisarão de um reserva que não comprometa
quando tiverem que se ausentar? Ano que vem teremos o carioca, liga e
libertadores na mesma época. Precisaremos de mais de um volante.
O
Felipe Mello pode querer voltar. Pode até voltar, mas precisará de um reserva
para as 30 partidas que ele estará cumprindo suspensão, ou esqueceram da marca
registrada deste jogador? Precisamos do MA, nem que seja para ser reserva
imediato de um jogador violento e instável.
3- Nenhuma opção no plantel.
Lamento
informar, mas Cuéllar não é volante. Não sou eu que falo isso, veja as suas
atuações na posição. ELE NÃO É NEM SOMBRA PARA O MÁRCIO ARAÚJO. Compare os
números. Não temos nenhum volante de ofício no plantel melhor do que o nosso
camisa oito. APONTE UM! Mostre números.
Todos
os jogos que o Cuéllar foi titular na vaga do MA, nossa defesa virou uma
peneira. Ele não defendeu e errou muito mais passes do que o camisa 8. Veja as
estatísticas. Compare!
Mas
não aponte jogador da base. não trabalhe com subjetividade e nem hipóteses,
pois estes não tiveram chance de mostrar a que vieram em NENHUMA competição
importante. Não pensemos em desfazer um contrato com um jogador com os números
do MA e jogaar a pressão nos ombros dos meninos. Se quiserem queimá-los, este é
o movimento certo para isso.
4- O ódio ao MA não é maioria na torcida.
Lamento
informa a ti, que odeia o MA, mas o ódio que você derrama por aí não é
unanimidade no mundo real. Quer números? Vamos a eles:

Você
pode achar até que ele é o pior jogador do mundo, mas está longe de ser o
porta-voz da torcida.
5-
Profissionalismo.
Pode
ser um jogador limitado, mas sabe disso. Trabalha duro e não tem problemas
disciplinares, não falta, não chega atrasado, não bebe, não se envolve em
escândalos na noite, não suja a imagem do clube e não reclama de nada. Tem uma
postura tática exemplar e incansável. Não se machuca, não sofre seguidas
suspensões e não dá migué.
Pode
não ser o jogador que você deseja, mas é o profissional que você, pelo menos,
tem que respeitar.
Conclusão:
Como
prometido, dei números e usei fatos comprovados para mostrar que precisamos
renovar com MA. Você pode discordar? Pode! você sempre pode estar errado. A
vida é assim.
E para
quem gosta de história, aí vai uma boa:
Nosso
último título em cima do vasquinho foi com gol de quem? Nesse plantel, quem já
foi herói de um título com o manto?
Dados.
Sempre os dados e os fatos!

COMENTÁRIOS:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here