Clubes estudam leiloar camisas e doar renda à Chapecoense.

9
Canteros durante Flamengo x Chapecoense – Foto: Celso Pupo / Fotoarena

UOL:
Além de homenagens, pelo menos quatro formas de arrecadações foram discutidas
entre os executivos. A conclusão é que o grupo só poderá avançar na medida em
que a própria Chapecoense se reorganize do ponto de vista diretivo, tenha um
raio-x de suas principais demandas e possa se estruturar para receber doações.

Duas
ideias despontam como mais viáveis: cada clube realizar leilões de seus
uniformes especiais e reverter recursos para a Chapecoense. O entendimento é
que serão peças históricas com grande apelo. Além disso, as equipes pensam em
unir forças para realizar uma grande campanha para a Chape receber milhares de
novos sócios e, por consequência, recursos financeiros. Para viabilizar tudo
isso, porém, será necessário que a direção catarinense se prepare para uma
demanda à qual não está habituada. Hoje, o clube tem só 9 mil associados.
Por
outro lado, doar renda é algo difícil de ser feito. Primeiro, porque a receita
da última rodada do Brasileirão só sairia, em tese, de metade dos clubes, no
caso os mandantes. Em segundo lugar, nem todas as equipes são donas da própria
renda de partidas, casos por exemplo de Grêmio e Corinthians.
O
grupo de executivos dos clubes brasileiros também fala sobre a realização de
jogos comemorativos para levantar renda. Entretanto, foi identificado como
muito provável que uma série dessas partidas serão feitas, o que diminuiria o
potencial de qualquer festa a ser realizada pelas equipes.
A
reportagem entrou em contato com a Umbro, que não se manifestou até a
publicação da reportagem.

COMENTÁRIOS:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here