Clubes podem garantir vaga na Liberta com aproveitamento de 50%.

7
Foto: DANIEL AUGUSTO JR/AG. CORINTHIANS

ESPN: Antes
da ampliação da Libertadores, conquistar uma vaga na competição da Conmebol via
Campeonato Brasileiro pedia um aproveitamento próximo de 60%, já que os times
deveriam terminar no máximo em 4º lugar. Com o aumento do G-4 para G-6, devido
à entrada de clubes extras no torneio continental, uma campanha abaixo dos 50%
pode já ser suficiente agora.

Atualmente,
o 6º colocado do Brasileirão é o Atlético-PR, com 52 pontos e 49,5% de
aproveitamento, o que prova que terminar o campeonato com menos de metade dos pontos
conquistado por render uma vaga na próxima Libertadores.
No
entanto, o time de Curitiba pode ser ultrapassado nesta quarta-feira pelo
Corinthians, que encara o Figueirense, às 21h45 (horário de Brasília).
Se
vencer, o “Timão” irá aos 53 pontos, chegando ao aproveitamento de
50,5%, o que lhe garantiria no torneio da Conmebol com um aproveitamento também
considerado baixo se comparado à época do G-4.
Pelo
histórico do Brasileirão de pontos corridos com 20 times (edição de 2006 para
frente), um aproveitamento pouco inferior ou superior de 50% já costuma ser
suficiente para garantir ao menos o 6º lugar no torneio, o que antigamente não
era grande coisa, mas que hoje vale um lugar na Libertadores.
Em
2008, por exemplo, o Internacional “conquistou” o 6º lugar com apenas
47,5% de aproveitamento, enquanto em 2009 e 2012, Avaí e Corinthians terminaram
nesta colocação com aproveitamento de exatamente 50%.
Em
outras ocasiões, uma porcentagem de pontos pouco acima de 50% já foi suficiente
para assegurar a 6ª posição.
São os
casos do Vasco em 2006 (51,8%), do Grêmio em 2007 (50,9%), do Botafogo em 2010
(51,8%), do São Paulo em 2011 (51,8%), do Goiás em 2013 (51,8%) e do Sport em
2015 (51,8%).
Quem
mais teve que se esforçar pelo “troféu 6º lugar” foi o Fluminense, em
2014, que fez 53,5% dos pontos – um aproveitamento próximo do atual do
Botafogo, 5º colocado no Brasileiro-2016, com 53,9%.
Neste
ano, aliás, está mais fácil do que nunca garantir uma vaga na Libertadores, já
que a “nota de corte” pela 6ª colocação caiu: os 49,5% de
aproveitamento do Atlético-PR até agora lhe colocariam em 8º lugar no
Brasileirão de 2015.
E no
ano passado, o Sport terminou em 6º com 51,8% de aproveitamento, mais do que o
Corinthians alcançará nesta quarta se bater o Figueirense.

COMENTÁRIOS:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here