Com eventual saída de Jorge, Flamengo monitora Renê e Dener.

23
Lateral Renê atualmente defende o Sport – Foto: Renato Spencer/Getty Images

GOAL: O
lema de que craque o Flamengo faz em casa ficou conhecido principalmente na
década de 80, quando o time liderado por Zico ganhou tudo o que era possível no
futebol brasileiro e mundial, a equipe era basicamente formada por jogadores
criados nas categorias de base do clube.

Na
década de 90 e até início dos anos 2000 essa máxima valeu dentro dos gramados,
mas nos últimos anos o Flamengo luta para que pelo menos uma de suas crias se
encaixe neste lema.

fazem sete anos desde que Renato Augusto, último jogador revelado pelo clube
considerado de alto nível, foi vendido para o Bayer Leverkusen. Desde então, o
time Rubro-Negro não consegue negociar nenhum atleta formado em casa para os
grandes centros do futebol mundial.
Mas
isso pode mudar ainda nesta janela, o lateral-esquerdo Jorge tem despertado o
interesse de vários clubes do futebol europeu e pode deixar o Flamengo em 2017.
Curiosamente,
Jorge tem a mesma idade de quando Renato Augusto deixou o clube, com 20 anos é
titular absoluto na lateral e um dos queridinhos da torcida Rubro-Negra.
Ele
começou a ser utilizado no ano passado e na metade do Brasileirão 2015 assumiu
a posição de titular desbancando nomes experientes como Anderson Pico e o
colombiano Armero. O lateral também coleciona passagens pelas categorias de
base da seleção brasileira.
Recentemente
foi divulgado um possível interesse do Manchester City de Pep Guardiola no
futebol do jogador do Flamengo, em entrevista coletiva no Ninho do Urubu, o
menino garantiu estar pronto para atuar na Europa.
“Eu
fico feliz pelas especulações que estão tendo, meu nome lá fora, ainda mais
chegando no meu empresário. Isso é demonstração que estou bem aqui, quer dizer
que estou sendo visualizado pela Europa. Fico feliz. Mas hoje é pensamento no
Flamengo. Estou preparado se tiver uma proposta, vou estar preparando sempre.
Não tem nada certo para o ano que vem, só especulações de times crescendo os
olhos em mim”.
Ao
mesmo tempo, o lateral descartou os pequenos centros e garantiu que se tiver
que sair do Flamengo será para um time “maior do que o Flamengo”.
“Se
fosse para ir para a Europa, teria de ser para um clube maior do que o
Flamengo. Aqui é onde fui criado, minha casa. Se eu puder escolher, vou ficar
aqui. Mas, é claro, futebol tem de fazer o pé de meia, há vários clubes com
muita estrutura na Europa. Maior do que o Flamengo é difícil de ter, no Brasil
não tem”.
A
verdade é que com o bom desempenho do garoto, o interesse está cada vez maior e
clubes estão fazendo sondagens, a previsão é de que depois do Campeonato
Brasileiro chegue algo mais concreto nas mãos de seu empresário.
Estatísticas
do jogador — Jorge Marco de Oliveira Moraes
Por
outro lado, precisando fazer caixa e sem concretizar vendas altas há um bom
tempo, o Flamengo está aberto a ouvir propostas pelo lateral que tem contrato
até 2019.
Chiquinho
que é o reserva imediato de Jorge não deve permanecer no elenco na próxima
temporada. Diante disso, o centro de inteligência do Flamengo já monitora
alguns nomes para a posição. Renê, do Sport e Dener Assunção da Chapecoense são
nomes que agradam.
Além
disso, recentemente o jornal peruano El Bocón afirmou que o Flamengo fez
consultas ao Universitario do Peru a respeito do lateral Miguel Trauco,
companheiro de Guerrero na seleção peruana.

COMENTÁRIOS:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here