Em Nota, Vasco critica arbitragem após novo vice para o Flamengo.

8

LANCE:
O Vasco não ficou satisfeito com a atuação da arbitragem na derrota para o
Flamengo na sexta-feira passada, em São Januário, que resultou na perda do
título do Torneio Otávio Pinto Guimarães, tradicional competição sub-20
organizada pela Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro. O clube
vascaíno reclama de possíveis erros que teriam dado o título ao Rubro-Negro.
Acompanhe a seguir a íntegra do comunicado:
“O
Club de Regatas Vasco da Gama manifesta oficialmente sua profunda indignação
com o desempenho da arbitragem na partida entre Vasco e Flamengo, pela final do
Torneio Otávio Pinto Guimarães sub-20. Na tarde da última sexta-feira (04/11),
em São Januário, o quinteto composto por Leandro de Lima e Silva, Rodrigo de
Souza Rodrigues, Rafael Sepeda de Souza, Rodrigo Félix de Oliveira Rodrigues e
Victor Gomes Backx tomou decisões que influenciaram diretamente no resultado
final do clássico.
A
desastrosa atuação começou aos 26 minutos da etapa inicial, quando a arbitragem
ignorou um impedimento claro do ataque do Flamengo no lance que resultou no
primeiro gol do clássico. Após cobrança de falta de Matheus Sávio e defesa do
goleiro cruzmaltino Paulo André, a bola sobrou para o rubro-negro Daniel.
Aproveitando-se da posição irregular, o atacante finalizou e abriu o placar,
ampliando a vantagem do seu time e dificultando ainda mais a missão do Vasco da
Gama na decisão.
Antes
do primeiro tempo chegar ao fim, outro erro grosseiro. Dessa vez, aos 38
minutos, Lorran cobrou escanteio e Evander cabeceou na direção do gol. Antes da
bola ultrapassar a linha, porém, um jogador rubro-negro cortou com a mão e
impediu o empate cruzmaltino. Além de não marcar o pênalti, o quinteto de
arbitragem deixou de aplicar um cartão vermelho ao infrator, prejudicando mais
uma vez o time vascaíno. Para piorar o quadro, no lance seguinte, o Flamengo
marcou o seu segundo gol.
Prejudicado
em lances cruciais na partida, o Club de Regatas Vasco da Gama espera que as
imagens acima sejam analisadas e os responsáveis punidos. A instituição não
quer ser beneficiada, muito pelo contrário, defende uma arbitragem isenta,
assim como foi ao longo de toda a competição. Não é justo, porém, que atuações
desastrosas como a de ontem destruam o trabalho desenvolvido pelos clubes, seja
ele o Vasco ou seu adversário. Dito isto, parabenizamos jogadores e membros da
comissão técnica por recolocarem o Vasco numa final estadual na categoria após
seis anos, algo que simboliza a reconstrução da Fábrica de Craques”

COMENTÁRIOS:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here