Lateral admite bicho pelo vice-campeonato do Flamengo.

7
Foto: Fred Gomes

GLOBO
ESPORTE:
Valorizado pelo bom ano que fez, Jorge deu uma entrevista em alto
astral nesta quarta-feira e recheada de sinceridade. Disse que os jogadores do
Flamengo estão cientes de que o vice do Brasileiro leva uma premiação bem mais
interessante do que a do terceiro colocado (R$ 10,7 x R$ 7,3 milhões) e, por
isso, brigarão com tudo por tal posto.


Rodrigo Caetano (diretor executivo) e Godinho (Flávio, vice de futebol)
conversaram conosco. A segunda colocação é importante. Temos salário, mas tem
nosso dinheiro por fora. Em relação ao bicho do segundo colocado, vamos fazer
tudo de para ganhar, mas pensamento é nas duas decisões para conquistar esse
valor. Hoje o pensamento é no Santos e no Atlético-PR para chegar nesse valor
bonito aí (risos) – afirmou.
Jorge
já teve seu nome vinculado ao Manchester City, clube cujo técnico é Pep
Guardiola. Perguntado se não larga o telefone à espera de uma ligação do
treinador, já que este telefonou para Gabriel Jesus para convidá-lo a defender
o Citzens, foi sincero e divertiu-se de novo.

Estou de olho no meu telefone, claro que Gabriel Jesus deve estar feliz demais.
Garoto que merece muito, treinei com ele no Mundial, conheci pessoalmente e sou
muito amigo dele. É um dos craques do Brasileiro, uma revelação. Vou treinar
muito para quem sabe um dia jogar com ele. Mas hoje penso no Flamengo e, se
Deus quiser, em jogar a Libertadores no ano que vem.
Mais
tópicos da entrevista de Jorge
Balanço da temporada:
Balanço
geral é das mudanças que houve. As coisas não davam certo no início do ano, mas
melhorou muito na estrutura, diretoria nos ajudando muito e confiando no nosso
trabalho. Grupo está fechado, tem qualidade imensa. Balanço foi a subida que
demos no Brasileiro. Não fomos bem no Carioca, e essa briga pelo segundo lugar
é boa demais.
Vexames no ano:
Não
tem como ter lembrança, só esquecimento. Pensar no que está acontecendo, tem
Libertadores pela frente. Fortaleza e Palestino deixamos a desejar, a fase não
era boa como hoje, quando tudo dá certo. Temos que pensar no que acontece
agora.
Chance de não ter o Maracanã:
Importante
é jogar pelo Rio, melhor do que ficar viajando e desgastando a gente, como
aconteceu no Brasileiro todo. Se não der certo, o importante é ficar no Rio.
Resultados no Maraca:
Faltou
fazer coisas que o professor Zé nos pediu. Gerou um pouco de ansiedade os jogos
lotados, acabou prejudicando na busca pelo título. Infelizmente entramos na
ansiedade da torcida e da empolgação. Atrapalhou muito a ansiedade.
Brincadeira do ”cheirinho”:
Acho
que Diego foi feliz no que falou. Todo flamenguista sentiu o gosto de o
Flamengo estar bem na competição. No ano passado, estávamos na fogueira. Hoje
estamos brigando por segundo lugar e na Libertadores. Ele foi feliz demais por
dizer desse “cheirinho”. O Inter é muito grande e está lá embaixo.
Temos jogo difícil contra o Santos e é preciso saber que é mais uma decisão.

COMENTÁRIOS:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here