“Não vemos o Maracanã produtivo sem o Flamengo”, diz Fred.

6
Foto: Gilvan de Souza/Flamengo

LANCE:
O jogo contra o Santos marca a despedida do Flamengo no Maracanã neste ano. O
clube ainda sonha em ser protagonista na gestão do estádio, mas já fez deixou
claro que há possibilidade de não jogar mais como mandante por lá. Por isso, o
duelo diante do Peixe pode representar um até logo sem prazo para voltar ao
Templo do Futebol.

Apesar
do interesse de ser o gestor do Maracanã, o Flamengo firmou parceria com o
grupo inglês CSM, que já fez proposta para adquirir a concessão da Odebrecht.
Este acordo é visto como ‘satisfatório’ pelo Rubro-Negro, mas não como solução
ideal. Do outro lado, especula-se que o governo do estado do Rio possa
transferir de forma direta a concessão do estádio para a Lagardère em parceria
com a BWA. Esta segunda hipótese desagrada ao clube da Gávea.
Em
contato com a reportagem do LANCE!, o diretor geral do Flamengo, Fred Luz,
admitiu a possibilidade de um ‘até logo’ ao Maracanã ‘se o clube não tiver os
seus direitos preservados’.
– É
uma hipótese que não queremos considerar, mas existe. Pode ser um até logo.
Mesmo que aconteça, esta condição pode se reverter no futuro. O clube entende
que a solução segura é de uma nova licitação. Não vemos o Maracanã de forma
produtiva sem o Flamengo – disse o dirigente, que pede mais transparência ao
governo do estado no que diz respeito à concessão do Templo do Futebol.
– O
estado não está sendo transparente. Coloca interrogações jurídicas para este
modelo de compra. O Maracanã é inviável sem os clubes. Em uma nova licitação,
as condições estariam claras. Não é que o Flamengo queira condições favoráveis,
mas sim garantir que os seus direitos sejam preservados. O que o estado vai
conceder a Odebrecht está baseado em quê? – questiona.
Caso
não tenha sucesso na investida pelo Maracanã, o Flamengo vai partir para a
construção de seu estádio próprio, que é sonho de boa parte da torcida. Além
disso, o clube já firmou parceria para utilizar o Estádio Luso-Brasileiro, da
Portuguesa da Ilha do Governador, por três anos.
EXPECTATIVA DE BOM PÚBLICO

A
torcida rubro-negra deve esgotar os ingressos para a partida contra o Santos.
Até a noite de sexta-feira, 26.500 bilhetes foram vendidos antecipadamente. O
Setor Norte está esgotado.

COMENTÁRIOS:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here