Portuguesa justifica acordo com o Flamengo.

9
Foto: Bernardo Gentile/UOL

UOL: A
Portuguesa da Ilha festejou o acerto com o Flamengo pela utilização do estádio
Luso Brasileiro como casa do Rubro-Negro em 2017. Os dirigentes da Lusa
entraram em acordo com o clube da Gávea depois que o Botafogo sinalizou,
informalmente, que teria dificuldades para administrar a arena sozinho em 2017.
Apesar da rivalidade entre os gigantes, as partes envolvidas vêm tratando o
caso sem animosidades.

“Formalizamos
este pré-contrato com o Flamengo. Vamos fazer o definitivo em janeiro. É um
compromisso de parceria. Não poderíamos esperar a decisão do Botafogo. Temos
que ver também o lado da Portuguesa. A procura do Flamengo foi recente, foi
tratado com o nosso departamento jurídico”, explica o presidente da Lusa,
João Rêgo.
Assim
como no acordo com o Botafogo, a Portuguesa da Ilha vai manter suas atividades
sociais no estádio, mesmo com a presença do Flamengo. Caso os donos da casa
atuem na mesma data do clube da Gávea, a prioridade será do Rubro-Negro.
A
exemplo do Alvinegro, o Flamengo também deve fazer melhorias no estádio
Luso-Brasileiro. A diretoria rubro-negra trabalha com um orçamento que prevê
todas as mudanças e reformas necessárias, mas não descarta firmar uma parceria
com o Botafogo na troca da gestão, o que poderia ser mais econômico para ambas
as partes.
Inicialmente,
o Glorioso fala em retirar refletores, arquibancadas e outros itens que foram
colocados no estádio forma temporária. O Alvinegro investiu cerca de R$ 5
milhões na arena. O Flamengo vislumbra o aumento da capacidade de público –
hoje de 15 mil – e a ainda a caracterização do espaço com as cores no clube.
O
Flamengo vai assinar contrato de três anos, com opção de renovação por mais
três, para utilizar o estádio. Apesar disso, o Rubro-Negro segue dando
prioridade à gestão do Maracanã, caso que está indefinido.

COMENTÁRIOS:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here