Safety do Flamengo espiona o Vasco antes de duelo da Superliga.

8
Foto: Léo Silveira/20 Jardas

GLOBO
ESPORTE
: Flamengo e Vasco fazem, no próximo domingo, a final da Conferência
Leste, que equivale às quartas de final da Superliga Nacional de futebol
americano. O capixaba Fernando Giovannotti, o Trapa, safety do time
rubro-negro, esteve em Vila Velha para assistir ao jogo do futuro rival – um
dia antes, o Fla bateu o Botafogo Reptiles por 41 a 26 – e avaliou a vitória do
time cruz-maltino.

Para
Trapa, o grande trunfo do Vasco Patriotas na vitória por 43 a 40, sobre o Vila
Velha Tritões, foi a raça demonstrada pelo time. O defensor também avaliou os
movimentos táticos do time de ataque dos cariocas.
– Foi
um belo jogo. Acho que o Vasco demonstrou uma raça que você não estuda pra ter,
ou você tem, ou não tem. E isso o Vasco teve hoje. Acho que na parte tática, a
defesa do Vasco se comportou muito bem. No ataque, onde eu vim mais ou menos
dar uma olhada, os passes curtos encaixaram muito. E na medida que a secundária
do Tritões ia ajustando para os passes curtos eles jogavam a bola funda, e
quando a secundária ia para o fundo, o ataque do Vasco jogava bola curta. Então
eles fizeram um pouco esse iô-iô com a secundária do Tritões. O que acabou pegando
eles desprevenidos – avaliou.
Trapa
comentou também sobre o adversário na final da Conferência Leste. Na ótica do
jogador rubro-negro, enfrentar um adversário já conhecido, como é o caso do
Vasco Patriotas, não facilita as coisas, mas deixará a partida mais dinâmica.
– Para
o Flamengo, como a gente já jogou esse ano contra o Vasco, foi melhor pegar o
eles. Não estou falando que a gente vai ganhar ou já ganhou, mas é um jogo que
a gente está mais bem preparado para jogar, do que um jogo contra um quarterback
americano, com running back americano… Pra mim, o grupo de elegíveis do
Tritões é o melhor grupo que tem. Vamos treinar agora pra enfrentar o Vasco e
dar sequência na competição – finalizou o safety rubro-negro.
Flamengo
FA e Vasco Patriotas se enfrentam neste domingo, às 14h, no estádio do São
Cristóvão, no Rio de Janeiro. Quem vencer garante vaga nas semifinais da
Superliga Nacional de futebol americano.

COMENTÁRIOS:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here