“Vamos fazer o necessário para reerguer a Chape”, diz Bandeira.

15
Foto: Reprodução

LANCE:
A tragédia com o avião da Chapecoense na última terça-feira abalou o mundo
todo, e não foi diferente com o Flamengo. Diversos clubes já se pronunciaram
dizendo que vão ajudar o clube catarinense com uma série de medidas, como o
empréstimo de jogadores. Em coletiva após o treino desta quarta-feira, Eduardo
Bandeira de Mello, presidente rubro-negro, garantiu que o Fla vai ajudar a
Chape, mas preferiu não detalhar como, já que acredita que não é o momento para
isso.


Ainda não estou muito preocupado com esse tipo de coisas, não é o momento.
Vários colegas e amigos nossos partiram, tem um monte de família precisando de
assistência. Eu acho muito cedo para ficar pensando nesses detalhes, mas é
claro que o Flamengo vai participar desse esforço aí para reerguer a
Chapecoense, vamos fazer o que for necessário. Mas eu não queria entrar nesses
detalhes porque é uma coisa que você deve fazer no seu devido tempo. Não é
nenhuma crítica para as pessoas que lançaram aquelas ideias ontem, acho que são
todas pessoas bem intencionadas, estão sofrendo também. Mas cada coisa no seu
momento, vamos agora cuidar dessas pessoas – disse Bandeira.
Antes
do treinamento desta quarta, jogadores, comissão técnica e dirigentes fizeram
um minuto de silêncio no centro do gramado do Ninho do Urubu.
– Hoje
nos fizemos ai um momento de reflexão sobre essa situação toda que atingiu não
só a Chapecoense, mas a imprensa. Imagino que estejam de luto também. Isso
afeta diretamente os jogadores, três dos jogadores da Chapecoense estavam até
outro dia aqui conosco, eram colegas deles. Então, estão realmente muito
abalados. O que fizemos ali no meio do campo foi uma homenagem discreta, mas
espontânea, que tocou o coração de todos, principalmente os que conviveram com
Cleber Santana, Arthur Maia e Marcelo e os colegas de vocês que conviviam com
eles, como o Vitorino – contou o mandatário, revelando que o Fla ainda não
decidiu como vai homenagear a Chape na próxima partida do Fla.

Quanto a homenagens que a gente venha a fazer, ainda não tem nada resolvido e
nem é o momento correto de a gente pensar nisso, porque o acidente aconteceu
pouco mais de 24h atrás, ainda tem uma série de providencias a serem tomadas.
Então, essa é uma hora para pensarmos nas famílias dos jogadores, dos
jornalistas, dos dirigentes e com o tempo nos vamos tomando as providencias aí
que vão ser necessárias, mas acho que nesse momento é mais importante dar apoio
para as famílias – completou.

COMENTÁRIOS:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here