Zagueiro de ex-time da Série B é mais um a provocar Flamengo.

19
Foto: Marcos Ribolli

GLOBO
ESPORTE
: Durante todo o Campeonato Brasileiro, os jogadores do Palmeiras
ouviram sobre o “cheirinho de hepta” – termo inventado pela torcida
do Flamengo. Neste domingo, após vencer a Chapecoense por 1 a 0 e assegurar o
título, o zagueiro Vitor Hugo brincou, apontando para a medalha recebida
minutos antes.


Agora eu sinto cheirinho dourado no meu peito! – disse, entre risos.
Ele
não foi o único a lembrar da provocação flamenguista ao longo da partida deste
domingo. Pelo contrário. Nas arquibancadas, os torcedores ironizaram o termo. O
locutor do estádio, ao anunciar gol do Flamengo contra o Santos, disse que
havia “cheirinho de gol no Maracanã” – um tropeço do Peixe diante dos
cariocas beneficiava o Palmeiras, que não precisou do resultado para ser
campeão.
Ao
final da partida, ao lado do palco montado pela CBF para entregar a taça aos
jogadores do Palmeiras, uma bandeira providenciada pela patrocinadora foi
estendida no gramado da arena com a inscrição: “Sem choro, nem cheiro:
Palmeiras eneacampeão brasileiro 2016”.

Depois de 22 anos conseguimos dar essa alegria à torcida. O diferencial é a
união desse elenco guerreiro. Todo jogo ou ganhamos na técnica, ou na raça –
completou Vitor Hugo.
O
Palmeiras chegou a 77 pontos e conquistou o nono título brasileiro de sua
história. A equipe não levantava a taça nacional desde 1994. O Verdão fecha a
temporada no próximo domingo, diante do Vitória, no Barradão.

COMENTÁRIOS: