Presidente da Chapecoense apoia decisão do Atlético-MG.

3
Foto: Divulgação

UOL: Em
comunicado feito na manhã desta quinta-feira, na Cidade do Galo, o presidente
do Atlético-MG, Daniel Nepomuceno, informou que o clube não vai enfrentar a
Chapecoense, pela última rodada do Campeonato Brasileiro. Desde a tragédia com
a delegação da equipe catarinense, na Colômbia, a diretoria atleticana se
mostrou contra a realização da partida.

“No
momento de dor e respeito à tragédia, ficamos de luto e tem que ficar resignado
e respeitar e não simplesmente ir para a TV e ficar declarando. Vim aqui para
informar que o Atlético não irá jogar a última partida. A gente respeita a dor,
não é momento para cobrar de jogador nenhum a receita do esporte”, afirmou
Nepomucemo.
O
mandatário atleticano informou que a decisão já foi comunicada ao presidente da
CBF, Marco Polo Del Nero, que era a favor da realização do jogo. Como já tem a
quarta colocação do Brasileirão garantida, o Atlético não terá problemas no
quesito classificação final.
“Já
comuniquei à CBF, conversei com presidente Marco Polo, que concordou. Haverá
uma punição com a perda dos três pontos, mas o time não terá sua posição
alterada, não vai ser prejudicado. É o mínimo que se pode ter com a cidade, com
os familiares, pelo estado e o país que sofre com a tragédia”, completou o
mandatário, que não abriu espaço para perguntas.
Ao
saber da decisão do Atlético-MG, o presidente da Chapecoense Ivan Tozzo
mostrou-se a favor da não realização da partida e negou qualquer tipo de
pressão da CBF para que o jogo pela última rodada fosse disputado.
“Nós
estamos de acordo com a atitude do Atletico-MG. Acho ótima a decisão porque não
teríamos clima para o jogo. Não senti pressão alguma para jogar. Muito pelo
contrário. O Del Nero está fazendo um trabalho fantástico, mesmo de longe. Está
fazendo tudo o que eles podem e sou eternamente grato a eles”, disse
Tozzo.
Além
de não realizar o jogo, o Atlético já se colocou à disposição da Chapecoense
para ajudar o clube na montagem do elenco para 2017. Uma lista de jogadores vai
ser disponibilizada nos próximos dias aos dirigentes catarinenses, que poderão
escolher jogadores sem custo algum, incluindo os salários, que serão bancados
pelo clube mineiro.
Com a
decisão da diretoria atleticana, de não enfrentar a Chapecoense, as férias para
os jogadores começam na quinta-feira, dia 8, após a final da Copa do Brasil,
com o Grêmio.

COMENTÁRIOS:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here