Alex cita hipocrisia de Atlético e Coritiba por críticas ao Flamengo.

42
Crédito: ESPN Brasil/Reprodução

UOL
ESPORTE VÊ TV
: Ao falar sobre o cancelamento do clássico paranaense entre
Atlético e Coritiba neste domingo (19), no programa Resenha ESPN, o ex-jogador
Alex detonou todas as federações estaduais. ”A federação é uma merda mesmo – é
a minha opinião, não serve pra nada. Acho que clube de futebol não precisa de
federação, e não é a paranaense, é qualquer uma. Acho que os clubes deveriam
ter a força de fazerem a coisa por si só”, afirmou na atração.

Alex
já havia dado a mesma declaração ainda como jogador. 

”Quando falei, foi uma
loucura, eu jogava no Coritiba e o presidente veio me chamar atenção dizendo
que existiam verdades que não poderiam ser ditas. Até me assustei na época. E
hoje infelizmente aconteceu. Não era uma coisa que eu gostaria, mas
aconteceu”, disse.

No
entanto, o ídolo das torcidas do Coritiba, Palmeiras e Cruzeiro também criticou
os times grandes estaduais – entre os quais os próprios Atlético e Coritiba, no
Paraná – por postura, segundo ele, egoísta. Para o ex-jogador, as equipes
querem ganhar mais que os pequenos nos estaduais, mas quando a disputa é
nacional, eles ganham menos e reclamam.
”O
Coritiba e o Atlético no Paraná são protagonistas, Bahia e Vitória na Bahia são
protagonistas e esses clubes são egoístas também, porque eles querem ganhar
mais no estadual do que ganham os times do interior – quando, na verdade, no
meu ver, eles tinham que puxar a fila para que fosse equilibrado o ganho, para
que o time do interior ganhasse parecido, porque quando saem dali, a nível
estadual, e vão para o Brasil, eles perdem nisso. Perdem para o Corinthians,
para o Flamengo, para o São Paulo, e aí ele fica chateado, só que faz a mesma
coisa a nível estadual”, afirmou.
”A
Primeira Liga é uma demonstração disso. Já começou com desigualdade, ou seja,
já é uma Liga fadada a não ter continuidade, porque ‘ah, o time do Rio tem que
ganhar mais do que o de Santa Catarina’. Mas por quê? Vão jogar o mesmo
torneio, mesmo campeonato. Esse equilíbrio, se não tiver, vai ficar assim por
muito tempo”, avaliou o ex-jogador.

COMENTÁRIOS: