Atlético-PR irrita Inter e Cirino pode permanecer no Flamengo.

27
Foto: Gilvan de Souza / Divulgação Flamengo

GLOBO
ESPORTE
: Marcelo Cirino até já recolheu seus equipamentos de trabalho dos
vestiários da Gávea, mas segue sem vivenciar o desfecho positivo de sua
negociação com o Inter – que pode até não se concretizar. Explica-se. Com
acordo já selado com o atleta, o Flamengo e o grupo de investidores Doyen
Sports, o Colorado ainda esbarra na terceira parte da tratativa, o Atlético-PR,
detentor de parte dos direitos do atacante. Em meio ao imbróglio, o clube
gaúcho já cogita voltar atrás na investida.

O
sentimento, na verdade, é dúbio. Nesta quarta-feira,o vice de futebol do Inter,
Roberto Melo, conversou durante mais de uma hora com o presidente do Conselho
Deliberativo do Furacão, Mário Celso Petraglia. E saiu do papo esperançoso, não
fosse uma ressalva, em forma de ultimato: o Colorado espera até sexta-feira
para concluir a negociação. Caso contrário, indica sair da negociação.
– É
uma situação que estamos conversando desde o inicio do ano. Hoje fiquei mais de
uma hora conversando com o Petraglia. Nas próximas horas, quem sabe na
sexta-feira, saia alguma coisa positiva. Se não der, aí teremos que sair do
negócio. Mas temos esperança – afirma Roberto Melo, em entrevista coletiva.
O
Inter conduz as tratativas por Cirino desde o início do ano, em meio a um
negócio “complexo” de quatro pontas, das quais três, já foram
vencidas. O Colorado conta com o acerto com o jogador, a liberação do Flamengo
e um acordo com a Doyen, para adquirir 25% dos direitos do atacante. Resta,
porém, aparar a última aresta, com o Atlético-PR.
Em sua
investida, o clube gaúcho ofereceu o empréstimo de Eduardo Henrique até o final
do ano para ter Cirino até 2018. O Furacão, por sua vez, cobra uma compensação
financeira para liberar o atleta, até porque tem vínculo com o jogador apenas
até o final do ano que vem – o que, de fato, ainda não ocorreu.

Assim,
o atacante segue distante do Beira-Rio em 2017. Recentemente, o Inter anunciou
William Pottker como reforço para o ataque, além de Roberson e Carlos, que já
atuam pela equipe de Antônio Carlos Zago. O atacante, hoje na Ponte Preta, só
chegará ao clube após o fim dos estaduais. Além dos reforços para o setor
ofensivo, o Colorado já contratou o lateral-direito Alemão, os zagueiros Klaus
e Neris e os laterais-esquerdo Uendel e Carlinhos.

COMENTÁRIOS: