Bruno tinha proposta de R$ 18 milhões antes de ser preso.

21
Foto: Arquivo LANCE!

LANCE:
Preso há quase sete anos pela morte de Eliza Samudio, o goleiro Bruno recebeu
nesta sexta-feira um habeas corpus da Justiça que o permite sair da
penitenciária. Em janeiro do ano passado, em entrevista à Rádio Itatiaia, Bruno
afirmou que estava falido e havia assinado um pré-contrato com o Milan pouco
antes da prisão. Porém, ainda há mais para ser revelado. O LANCE! escutou uma
fonte próxima ao jogador e descobriu uma grande história. Hoje sem dinheiro
algum, Bruno tinha nas mãos no dia de sua detenção, em 7 de julho de 2010, uma
tentadora oferta do Zenit que faria dele um milionário aos 25 anos. A proposta
havia sido recebida dias antes da prisão.

A
oferta por Bruno era de 8 milhões de euros, cerca de R$ 17,5 milhões, na
cotação da época. O Milan era o sonho do camisa 1, mas a grana russa se
mostrava suficiente para cobrir sua multa rescisória, o afastar da Itália e o
mandar para São Petersburgo. O Flamengo estava feliz com o negócio, mas aí o
nome do goleiro entrou nas páginas policiais e tudo parou. Um triste desfecho.
– A
proposta do Zenit era grande. Tinha alguma coisa vindo do Milan sim, mas o
Zenit ofereceu muito dinheiro. Seria a independência financeira do Bruno, sem
dúvidas. E a proposta cobria o que o Flamengo queria. A ida para o Zenit era
uma possibilidade forte, mas então houve aquilo tudo sobre o caso e a prisão –
disse a pessoa ouvida pela reportagem do LANCE!, que ainda hoje trabalha no
meio de negociações de jogadores.

COMENTÁRIOS: