“Depois de anos o Flamengo tem um digno camisa 10”, diz Gilmar.

32
Diego Ribas, camisa 35 do Flamengo – Foto: Gilvan de Souza

GILMAR
FERREIRA
: Flamengo e Fluminense decidirão a Taça Guanabara, primeiro turno do
Estadual do Rio de Janeiro.

E pelo
que pôde ser visto nas partidas semifinais os rubro-negros chegam em melhor
condição.
Não
pela exibição no 1 a 0, suficiente apenas para quebrar a série de nove derrotas
para o Vasco _ mas pelo todo.
Os
tricolores empataram em 0 a 0 com o Madureira de PC Gusmão, e perderam o
volante Douglas, expulso.
Para
piorar, Gustavo Scarpa saiu machucado…
O
público pagante nos dois jogos, somados, não chegou a dez mil _ mas isso, para
quem não quis adiar o clássico, é mero detalhe.
O de
Volta Redonda ficou com cara de torneio de verão e o do Estádio de Los Larios
com jeito de peladão de final de ano.
Como
vocês sabem, o campeão da Taça GB garante presença no quadrangular final do
Estadual.
Os
outros três serão o vencedor da Taça Rio e os dois clubes que somarem maior
número de pontos.
E se o
campeão da Taça GB vencer também a Taça RJ, completam o quadrangular os três
com mais pontos _ fora o campeão…
FLAMENGO 1 x 0 VASCO.
Primeiro
tempo equilibrado, com os rubro-negros nitidamente mais bem preparados física e
taticamente.
Cristóvão
Borges, o treinador vascaíno, tentou igualar, injetando técnica e experiência
com Douglas e Vagner.
Mas
foi superado por Zé Ricardo, técnico do Flamengo, que conseguiu tomar conta do
jogo com o passar do tempo.
Ele
tem as peças que precisa para fazer o time girar na intensidade planejada e
quase todos os jogadores estão muito bem condicionados.
Vitória
foi por 1 a 0, mas poderia ser por dois ou três _ principalmente pelos gols
perdidos no final.
Mais
precisamente depois de Cristóvão facilitar as ações, desmontando o meio-campo
com a saída de Douglas.
Ainda
não dá nem para criticar o técnico vascaíno, nem para dizer que o técnico
rubro-negro conseguiu grandes avanços.
A
única coisa que podemos garantir é que, depois de anos de busca, o Flamengo tem
um digno camisa 10 _ que veste a 35.
O nome
dele é Diego Ribas, coincidentemente, o autor do gol.
FLUMINENSE 0 X 0 MADUREIRA.
Os
“meninos” de Abel Braga não jogaram bem e a vaga do Fluminense na
final veio a duras penas.
O time
travou no favoritismo, errou passes e esteve sempre mais próximo de sofrer o gol.
Foi
uma atuação sofrível, bem abaixo do que vinha mostrando, e que deve ter deixado
o técnico tricolor preocupado.
O bem
organizado Madureira de PC Gusmão engoliu o Fluminense e só não venceu por
falta de competência nas finalizações.
É
evidente que em clássico as forças quase sempre se nivelam.
Mas
claro está que Abel Braga terá de fazer um trabalho psicológico em seus jovens
jogadores.
Porque
a juventude do time é fator fundamental para o volume que o Fluminense
apresentou até aqui.
Mas é
também um ponto de interrogação nos momentos decisivos…

COMENTÁRIOS: