Em Nota, Flamengo exige jogo contra o Vasco no Engenhão.

27
Moisaico da torcida do Flamengo para Petkovic no Engenhão – Foto: Divulgação
GLOBO
ESPORTE
: O Flamengo enviou nesta terça-feira à Federação de Futebol do Estado
do Rio de Janeiro (Ferj) uma carta aberta, assinada pelo presidente Eduardo
Bandeira de Mello, requerendo que o clássico do próximo sábado contra o Vasco
seja realizado no Estádio Nilton Santos (Engenhão). Além disso, o mandatário
Rubro-Negro afirmou que o clube deseja que a partida seja disputa com ambas as
torcidas. Há, no momento, uma liminar vigente determinando a realização de
clássicos na cidade apenas com torcida única.
O
confronto, válido pelas semifinais da Taça Guanabara, estava previsto
inicialmente para ser disputado no próprio Nilton Santos. Mas em razão da
obrigação de torcida única, foi procurada uma outra praça, fora da cidade. Na
segunda-feira, a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (FERJ) chegou
a anunciar Juiz de Fora como local da partida, marcada para as 18h30.
Porém,
em comunicado oficial, a Prefeitura da cidade, juntamente com o comando da 4ª
Região da Polícia Militar, vetaram qualquer evento no estádio Mário Helênio no
fim de semana – exceto o já marcado Tupi x URT, pelo Campeonato Mineiro – por
compromissos com o Carnaval da região.

Comunicado Oficial enviado pelo Flamengo – Foto: Reprodução
– O
Flamengo requer a V.Sa., nesse sentido, que seja cumprido, na íntegra, o
REgulamento do Campeonato Carioca Estadual da Série A de Profissionais para o
Biênio 2017-2018, em especial seus artigos 44, II e 62, abaixo transcritos, no
sentido de que a partida em comento seja realizado no próximo sábado, dia 25 de
fevereiro, no Engenhão em razão da impossibilidade de utilização do Estádio
Mário Filho (Maracanã).
Na
carta, o Flamengo nega que tenha concordado com a Ferj em realizar o jogo em
Juiz de Fora, apesar da federação garantir que teve a anuência de ambos os
clubes. O Rubro-Negro afirma que, como mandante (por ter feito melhor campanha
na fase de grupos), deveria obrigatoriamente ser consultado pela entidade sobre
o palco da partida.

COMENTÁRIOS: