Felipe Vizeu destaca evolução no Flamengo.

48
Foto: Igor Siqueira

LANCE:
Ele foi destaque quase solitário em um bloco no qual o samba ficou atravessado.
Como coadjuvante na comissão de frente, Felipe Vizeu tem no Flamengo uma
“escola” que acumula nos 10 ultimamente. É com situações paradoxais que a
temporada começa para o atacante rubro-negro e da Seleção sub-20. Vizeu
aproveitou o Carnaval para curtir no Camarote Nº 1 da Sapucaí e conversar com o
LANCE! sobre o momento da carreira.


Estamos em um começo de ano muito bom. Traçamos metas coletivas e individuais.
Domingo temos uma final, o grupo está bem focado. Há momentos de aproveitar.
Saímos com a vitória, agora dá para aproveitar um pouco e focar no jogo a
partir de terça – disse Vizeu, referindo-se à vitória do Flamengo sobre o Vasco
na semifinal da Taça Guanabara.
Mas
como nem só de vitórias se faz o futebol, a fraca campanha no Sul-Americano
sub-20 do Equador – do qual Vizeu saiu como destaque, apesar do fracasso –
serve como aprendizado. Ele marcou 4 gols e foi o artilheiro do Brasil.

Ficamos muito tristes pela não classificação. Tentamos o máximo, mas futebol
tem empate, vitória e derrota. Lá, não deu certo. Serviu de aprendizado. Fiquei
muito triste, sempre quero ganhar, mas nem sempre acontece. No Flamengo, a
evolução está muito boa – comentou.
Faltando
cerca de duas semanas para fazer aniversário, Vizeu assegura que o fato de
voltar a um contexto no qual não é protagonista não gera incômodo, mas desperta
a vontade de aprender.
– A
cabeça está boa. Vida de atleta profissional é isso. Fico feliz por ter
jogadores experientes para aprender no começo de carreira.
Se
seguir os professores Guerrero, Diego, Berrío e Cia, Vizeu tem tudo para tirar
10.
AGRADECIMENTO AO DEMITIDO MICALE
Não
são só os professores do Flamengo que têm impressionado Felipe Vizeu. O jogador
fez questão de demonstrar gratidão ao técnico Rogério Micale, recém-demitido da
CBF, pelas dicas no período de sub-20. O treinador também incluiu o jogador do
Fla na lista reserva da Rio-2016, o que deu a Vizeu o direito de receber a medalha
olímpica de ouro.

Micale é um excelente profissional. Sou grato a ele por tudo o que fez por mim.
Tem alta capacidade. Ele ganhou o ouro inédito. Eu ganhei medalha, mesmo sem
jogar. Desejo tudo de bom a ele e agradeço pelas oportunidades que me deu –
comentou o atacante.
Apesar
da projeção nos últimos meses, deixar o Flamengo não está nos planos de Vizeu
no momento.
– Meu
contrato é até 2020. Eu deixo nas mãos de Deus, dos empresários e da comissão
técnica. Meu contrato é longo, quero ganhar títulos aqui e jogar ainda mais –
sacramentou.

COMENTÁRIOS: