FERJ volta atrás e diz que ainda negocia pelo Engenhão.

24
Foto: Reprodução

SPORTV:
A semifinal da Taça Guanabara entre Flamengo e Vasco será disputada no sábado,
às 18h30, no no Estádio Radialista Mário Helênio, em Juiz de Fora, em Minas
Gerais. Em entrevista ao SporTV, Marcelo Viana, diretor de competições da Ferj,
confirmou que a federação tentou manter o duelo no estádio Nilton Santos, mas,
como ainda não foi possível reverter a liminar que obriga a realização de jogo
com torcida única, ficou decido levar o duelo para Minas Gerais. O dirigente,
no entanto, disse que a entidade ainda tentará que a decisão do primeiro turno
da competição seja disputada no Engenhão, sem restrição de público.

– Na
verdade, a gente sempre trabalhou com o plano A de manter a partida no Estádio
Nilton Santos, que é o que regulamento determina. Só que chega um tempo que a
gente precisa decidir e a gente não conseguiu reverter essa decisão judicial
(…). Desde a sua origem, o nosso campeonato é elaborado para ser igualitário,
com divisão de torcida, com divisão de renda, com decisões entre os clubes em
comum acordo. Então essa decisão do juiz dificulta através de uma liminar. Ela
colide com o que determina o nosso regulamento (…). Em comum acordo com os
clubes decidimos fazer em outra praça. Trabalhamos o dia inteiro e decidimos
por Juiz de Fora. Mas vamos continuar as negociações com o Ministério Público
para voltar a ter os jogos com as duas torcidas. É que nós todos queremos e
entendemos que a torcida única não será a solução dos problemas. A gente
precisa encontrar uma solução. Não é mais possível que as pessoas briguem
dentro ou no entorno do estádio. Realmente, é preciso identificar esses
elementos e puni-los para a gente diminuir essa violência nos estádios de todo
o Brasil.
De
acordo com Marcelo Viana, além de Juiz de Fora, a Ferj também trabalhou com a
possibilidade de levar o duelo para Brasília e Manaus. Representantes de Vasco
e Flamengo irão para Minas Gerais nesta terça-feira para definir os detalhes
finais do duelo. O dirigente espera que a partida possa receber cerca de 25 mil
pessoas.
–  Tínhamos outras opções, como Manaus. Ficou
complicado pela distância. Em Brasília o policiamento não nos deu ok. E nós
chegamos finalmente na cidade de Juiz de Fora. Nos entendemos com a Federação
Mineira. Acho que ficou decidido dentro de um critério bom. Com certeza, vamos
fazer o jogo lá com tranquilidade para que depois possamos voltar ao assunto
aqui com o juiz para que possamos voltar a ter clássicos no Rio com duas
torcidas, que é o que todos desejamos (…). A nossa expectativa são 25 mil
pessoas, entre os ingressos de venda e de gratuidade.
Como o
duelo entre Flamengo e Vasco não será disputado no Rio de Janeiro, o dirigente
levantou a possibilidade da outra semifinal entre Fluminense e Madureira ser
disputada no Estádio Nilton Santos. Marcelo Viana garantiu que conversará com
os clubes nesta terça.
– Tem
grandes possibilidades. Como já são mais de 22 horas, nós deixamos para
conversar com o Fluminense amanhã (terça) pela manhã, assim como com o
Madureira. Eles já têm as suas logísticas de documentação para a liberação do
jogo para Volta Redonda. Como vamos manter o jogo no estado do Rio de Janeiro,
ainda existe tempo organizar o jogo, vender os ingressos. Amanhã vamos decidir
isso com os clubes tendo essas duas praças, o Nilton Santos e o Raulino de
Oliveira.

COMENTÁRIOS: