Fluminense tenta usar Maracanã na final, mas Flamengo descarta.

45
Torcida do Flamengo no Maracanã – Foto: Alex Tsul

ESPN: O
Fluminense quer jogar a final no Maracanã. E tem esse direito. É o único time
que ainda mantém contrato com a concessionária que administra o estádio, a
Odebrecht. Na data do jogo, no entanto (dia 5) as chaves do gramado estarão com
o Flamengo, que prefere poupar o estádio para o estreia na Libertadores, três
dias depois.

A
“posse” dos rubro-negros valerá mais que o contrato dos tricolores
ainda existente? Eis uma questão a ser resolvida entre os dirigentes.
“O
Fluminense tem o desejo de jogar a final no Maracanã e fará o possível para que
isso ocorra. O Fluminense também espera que o jogo não seja de torcida
única”, declarou ao blog o presidente Pedro Abad.
Segundo
dirigentes do Flamengo, os reparos que estão sendo feitos no estádio, entre
eles o gramado, ficará pronto justamente no dia 5, mas não seria prudente
submetê-lo nesta data a uma partida antes de um período de avaliação.
A
questão será discutida a partir desta quarta-feira, em reunião entre os
presidentes dos dois clubes e da Federação do Rio (Ferj). Além do local da
partida, também esperam definir a questão da torcida única junto à Justiça do
Rio.
Contrato traz prejuízo à operação
O
Fluminense foi o primeiro clube a assinar contrato com a Odebrecht, dois meses
depois da licitação ser assinada, ainda em 2013. O documento é válido por 35
anos e considerado extremamente favorável ao Tricolor. Para a Odebrecht, é
justamente o contrário. Dados da própria concessionária estimam prejuízo anual
entre R$ 15 e R$ 20 milhões por ano com o contrato que deverá permanecer o
mesmo caso se concretize a venda da concessão.
Desde
o início da Olimpíada, a concessionária não opera jogos no estádio. Primeiro,
por ter transferido o uso do mesmo para a Rio 2016. Depois disso, por afirmar
que o comitê não devolveu o estádio nas mesmas condições que recebeu. No
momento, tentar vender a concessão para dois grupos estrangeiros interessados:
Lagardère e GL Events.
Na
última semana, o Flamengo conseguiu liberação junto à Odebrecht para utilizar o
estádio na estreia da Libertadores. Para isso, está fazendo reparos nas
estruturas, necessários para o uso.

COMENTÁRIOS: