Gestor do Kleber Andrade critica fim da venda de mando.

15
Foto: Fred Gomes

GLOBO
ESPORTE
: Com o Maracanã de posse do Comitê Rio 2016, para a disputa do torneio
de futebol da Olimpíada, o estádio Kleber Andrade, em Cariacica, no Espírito
Santo, recebeu diversos jogos dos clubes cariocas no ano passado. Porém, com a proibição
da venda de mandos de campo no Brasileirão, essas partidas não poderão
acontecer em solo capixaba, em 2017.

Administrador
do estádio, o secretário de Esportes do Espírito Santo, Max da Matta, não vê a
decisão como boa para o Estado e para o futebol capixaba.
– Eu
acho que essa decisão é um equívoco. Acredito que ela tenha prejudicado os
estados que vinham recebendo jogos de clubes nacionais, onde estavam
despertando os torcedores para o futebol capixaba. Além disso, essas partidas
geravam um recurso que era alocado na Federação de Futebol para o
fortalecimento dos times locais.
Se o
Kleber Andrade não poderá receber jogos de times nacionais, que tenham os seus
respectivos mandos vendidos, o estádio será a casa do Rio Branco-ES e do
Espírito Santo em 2017.

Muito em função desse movimento, que aconteceu em 2016, criamos uma parceria
com os dois clubes capixabas (Rio Branco e Espírito Santo) no sentido de
poderem usar o estádio Kleber Andrade, que hoje é uma referência para o futebol
capixaba.

COMENTÁRIOS: