Hakeem Rollins elogia torcida do Flamengo e fala sobre temporada.

18
Hakeem Rollins com a camisa do Flamengo – Foto: Staff Images

SITE
OFICIAL DO FLAMENGO
: Hakeem Rollins chegou ao Flamengo em janeiro e já tem
ganhado destaque em quadra. Concorrendo a uma vaga no Jogo das Estrelas 2017, o
norte-americano completou sete jogos pelo NBB CAIXA e tem média de 23.4 minutos
por partida, além de 7.6 pontos e 5.7 rebotes.

Ainda
se adaptando ao Novo Basquete Brasil, Rollins ressaltou a diferença entre os
atletas brasileiros e argentinos, onde atuou por três temporadas. 

“Até
aqui, o que mais se destaca é o tamanho e capacidade atlética dos jogadores. Os
alas e pivôs são bem maiores do que os que jogam na Argentina”, comentou.

Hakeem
ainda analisou sua função na rotação do time treinado por José Neto. 

“Meu
papel nessa equipe é ser um defensor versátil na cesta e no perímetro se
alternarmos. No ataque, tento organizar boas jogadas e criar espaços para os
armadores”.

O pivô
aproveitou para elogiar a Nação, que está sempre presente nos jogos do
FlaBasquete. 

“Definitivamente notei os torcedores e a presença deles,
especialmente quando jogamos fora de casa. Não estou acostumado com isso, pois
geralmente a torcida não viaja como a do Flamengo faz”, elogiou.

Sobre
sua adaptação, Hakeem elogiou o unido grupo rubro-negro. “O time todo tem
sido ótimo e me ajudado na adaptação. Todos são amigáveis, então é fácil me
sentir confortável”, afirmou.
A
Cidade Maravilhosa também não deixou a desejar. Jogando no Brasil pela primeira
vez, o pivô garantiu estar adorando o Rio de Janeiro. 

“O Rio é muito bom.
Amo a vibração da cidade e das pessoas. Relaxados, amigáveis e amam sair de
casa”, contou Rollins, que foi indicado ao Jogo das Estrelas 2017 e é um
dos seis rubro-negros que podem participar do evento. “Isso mostra o
quanto os torcedores apoiam o time e como a equipe é vista na liga”.

Pensando
apenas no agora, o pivô não projeta o futuro, mas planeja terminar a atual
temporada com títulos. 

“Estou aproveitando o presente e focando em
conquistar meus objetivos pessoais e os da equipe nessa temporada. Se fizermos
isso, acho que poderei ter um futuro aqui”, finalizou.

COMENTÁRIOS: