Juan é o maior artilheiro com a camisa do Flamengo na atualidade.

15
Foto: Gilvan de Souza/ Flamengo

FUTEBOL
EM NÚMEROS
: Entre os doze grandes clubes do futebol brasileiro, o atacante
Ricardo Oliveira, do Santos, é hoje o jogador em atividade dessas equipes com
mais gols marcados: 80 em 134 jogos. Em duas passagens pelo clube da Vila
Belmiro, o centroavante está bem à frente do segundo colocado no Peixe, o
volante Renato, que marcou 30 gols, também em duas passagens pelo Santos.
Thiago Ribeiro, que voltou ao clube após duas temporadas fora, é hoje o
terceiro maior, seguido de perto por Vítor Bueno e Lucas Lima.

No São
Paulo, o meia Cícero, que também volta ao clube em sua segunda passagem, é
maior artilheiro, mas com apenas 16 gols. No Corinthians, o meia Danilo, longe
do time há mais de seis meses por conta de uma lesão, é ainda o maior
artilheiro com 33 gols, seguido por Jadson, que está de volta ao clube. Já no
Palmeiras, Dudu, com apenas 26 gols, é o maior artilheiro do atual elenco.
No Rio
de Janeiro, dois zagueiros com muitos jogos disputados lideram como os
principais artilheiro de Flamengo e Fluminense. Pelo rubro-negro, Juan tem 29
gols, apenas um a mais do que o atacante peruano Guerrero. Já no Fluminense,
Gum é o maior artilheiro do tricolor com 25 gols, dois a mais do que Gustavo
Scarpa e Marcos Júnior. No Vasco, Nenê, com 35 gols, é o maior artilheiro,
seguido de perto por Thalles (33). Já no Botafogo, Sassá lidera com 27 gols.
No
Internacional, D’Alessandro, que voltou ao clube após uma temporada no River
Plate-ARG, tem 77 gols. Bem à frente de Eduardo Sasha (29) e Valdívia (27). No
Grêmio, Luan, com 41 gols, está bem próximo do líder Douglas (42). Já no
Atlético-MG, Luan lidera com 36 gols. No Cruzeiro, Arrascaeta é maior
artilheiro com 25 gols.
Santos
Ricardo
Oliveira – 80 gols (134 jogos)
Renato
– 30 gols (352 jogos)
Thiago
Ribeiro – 22 gols (82 jogos)
Vítor
Bueno – 18 gols (58 jogos)
Lucas
Lima – 17 gols (161 jogos)
Palmeiras
Dudu –
26 gols (114 jogos)
Rafael
Marques – 21 gols (105 jogos)
Alecsandro
– 14 gols (56 jogos)
Victor
Hugo – 13 gols (121 jogos)
Lucas
Barrios – 13 gols (44 jogos)
Corinthians
Danilo
– 33 gols (336 jogos)
Jadson
– 24 gols (103 jogos)
Romero
– 20 gols (107 jogos)
Jô –
19 gols (121 jogos)
Rodriguinho
– 14 gols (85 jogos)
São Paulo
Cícero
– 16 gols (97 jogos)
Lugano
– 13 gols (202 jogos)
Chávez
– 12 gols (25 jogos)
Rodrigo
Caio – 11 gols (198 jogos)
Cueva
– 9 gols (31 jogos)
Flamengo
Juan –
29 gols (289 jogos)
Guerreo
– 28 gols (67 jogos)
Éverton
– 28 gols (199 jogos)
Marcelo
Cirino – 23 gols (94 jogos)
Gabriel
– 21 gols (181 jogos)
Fluminense
Gum –
25 gols (354 jogos)
Gustavo
Scarpa – 23 gols (109 jogos)
Marcos
Júnior – 23 gols (151 jogos)
Marquinho
– 21 gols (181 jogos)
Henrique
Dourado – 8 gols (20 jogos)
Vasco
Nenê –
35 gols (87 jogos)
Thalles
– 33 gols (136 jogos)
Éder
Luiz – 30 gols (206 jogos)
Rodrigo
– 18 gols (165 jogos)
Luan –
12 gols (170 jogos)
Botafogo
Sassá
– 27 gols (96 jogos)
Rodrigo
Pimpão – 14 gols (54 jogos)
Fernandes
– 10 gols (69 jogos)
Camilo
– 6 gols (33 jogos)
Bruno
Silva – 5 gols (56 jogos)
Grêmio
Douglas
– 42 gols (229 jogos)
Luan –
41 gols (170 jogos)
Pedro
Rocha – 21 gols (88 jogos)
Éverton
– 15 gols (96 jogos)
Ramiro
– 9 gols (150 jogos)
Bolaños
– 9 gols (33 jogos)
Internacional
D’Alessandro
– 77 gols (346 jogos)
Eduardo
Sasha – 29 gols (126 jogos)
Valdívia
– 27 gols (131 jogos)
Ernando
– 9 gols (165 jogos)
Paulão
– 9 gols (140 jogos)
Atlético-MG
Luan –
36 gols (167 jogos)
Leonardo
Santos – 28 gols (282 jogos)
Robinho
– 25 gols (55 jogos)
Fred –
15 gols (32 jogos)
Marcos
Rocha – 13 gols (262 jogos)
Cruzeiro
Arrascaeta
– 25 gols (103 jogos)
Henrique
– 23 gols (358 jogos)
Alisson
– 19 gols (117 jogos)
Ábila
– 18 gols (34 jogos)
Léo –
17 gols (227 jogos)

COMENTÁRIOS: