Juca Kfouri critica torcida única.

27
Torcedor do Flamengo, da Charanga Rubro-Negra, solitário no Maracanã – Foto: Edmar Moreira

BLOG
DO JUCA KFOURI
: O Ministério Público do Rio aderiu à bobagem cometida em São
Paulo e a Justiça do Rio, por medida liminar, estabeleceu a torcida única nos
jogos do Campeonato Carioca.

Como
os clubes discordaram e a federação estadual também, resolveu-se que o jogo da
semifinal da Taça Guanabara, no sábado que vem, entre Flamengo e Vasco, vai ser
disputado em Juiz de Fora, Minas Gerais, a 180 quilômetros do Rio de Janeiro.
Imagine
o que será o trajeto estrada afora repleta de ônibus levando torcedores dos
dois clubes em pleno sábado de Carnaval.
Ao
tirar o sofá carioca da sala, o MP criou um problema interestadual muito mais
complicado de fiscalizar do que fazer o jogo na própria cidade do Rio.
O
drible para evitar a decisão da Justiça revela a estultice da medida.
Incapazes
de resolver o problema da violência entre torcedores, as autoridades proíbem, proíbem
e proíbem.
Empurram
a questão com a barriga e causam um problema ainda maior.
Se eu
fosse da Justiça mineira, proibia que os dois gigantes cariocas levassem suas
brigas para Minas.
Comentário
para o Jornal da CBN desta terça-feira, 21 de fevereiro de 2017, que você ouve
aqui.
ATUALIZAÇÃO ÀS 10h28:
A
prefeitura de Juiz de Fora se antecipou à qualquer medida judicial e vetou o
jogo. Leia a nota oficial abaixo:
“Em
virtude da intensa programação de blocos de carnaval na cidade – como a
tradicional Banda Daki – e em toda a região, o Estádio Municipal Radialista
Mário Helênio estará restrito ao jogo da Federação Mineira de Futebol, Tupi X
URT, no próximo fim de semana, como forma de garantir o esquema de segurança da
4a Região da Polícia Militar aos torcedores do município e aos foliões de 86
cidades da Zona da Mata em todo o carnaval. Não está autorizado, então,
qualquer outro evento no estádio neste período”.
Prefeitura
de Juiz de Fora

Comando
da 4a Região da Polícia Militar

COMENTÁRIOS: