Parceira do Flamengo não desiste do Maracanã, mas exige dados.

24
Funcionários no Maracanã – Foto: Vania Wolf

BASTIDORES
FC
: O consórcio liderado pela GL Events, que é parceiro de Flamengo e
Fluminense, avisou nesta quinta-feira em reunião com a Odebrecht que continua
interessada na aquisição da concessão do Maracanã. A empresa, contudo, exige
mais dados do governo do Estado. Foi encomendado, antes de o governo autorizar
a venda da concessão, um estudo de viabilidade do complexo, com parecer
positivo. Esse estudo, porém, não aponta um novo valor a ser investido pela
concessionária que assumir o estádio.

A
empresa quer acesso total aos dados do reequilíbrio financeiro ajustado após as
alterações do governo, que desistiu de demolir o estádio de atletismo Célio de
Barros e o Parque Aquático Júlio de Lamare – o valor inicial do investimento na
concessão era de R$ 594 milhões, mas foi ajustado e atualmente é uma fração
deste montante. A GL Events tenta saber exatamente quanto terá de gastar nos 32
anos restantes de concessão e garantir que tenha as mesmas condições oferecidas
à rival Lagardére, que também tenta abocanhar o contrato.
A
reunião durou cerca de duas horas e foi encerrada com uma vistoria no estádio
com representantes das diretorias da GL Eventos, da CSM (que participa do
consórcio), e da atual concessionária, Maracanã S/A. Participaram do encontro,
que durou cerca de duas horas e foi finalizado com uma vistoria no estádio,
diretores do grupo GL, da CSM, do Flamengo e da Maracanã S/A.
Uma
nova reunião, desta vez com representantes do governo, está marcada para depois
do carnaval. Há dois dias, a empresa chegou a anunciar a desistência do
negócio. Consultada nesta sexta pelo blog, a empresa preferiu não se
pronunciar.

COMENTÁRIOS: