Prefeitura veta e Flamengo x Vasco volta a ficar sem palco.

21
Estádio Mário Helênio – Foto: Carlos Mendonça

GLOBO
ESPORTE
: A Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (FERJ) anunciou
nesta segunda-feira Juiz de Fora como local da semifinal entre Flamengo e
Vasco, no sábado, às 18h30 (de Brasília). Porém, em comunicado oficial, a
Prefeitura da cidade, juntamente com o comando da 4ª Região da Polícia Militar,
vetaram qualquer partida no estádio Mário Helênio no fim de semana – exceto o
já marcado Tupi x URT, pelo Campeonato Mineiro – pelos compromissos com o
Carnaval da região.

Após a
determinação de torcida única nos jogos realizados no Rio de Janeiro, a Ferj
tinha a intenção de levar o jogo para cidade mineira, com 50% de torcedores
para cada clube. Contudo, desde o anúncio do local, vários obstáculos
apareceram no caminho. Eduardo Bandeira de Mello, presidente do Flamengo,
temendo conflitos entre as torcidas ainda na estrada, se posicionou contra; o
Vasco preferia Manaus, mas concordou com a ida a Juiz de Fora.
A
informação é que não houve contato da Ferj com a Prefeitura da cidade, quem
administra o Mário Helênio, que nenhum momento autorizou a partida. Além disso,
Tupi x URT, marcado anteriormente para às 16h, chegou a ser antecipado para 11h
pela Federação Mineira de Futebol, também sem contato com a administração.
Flamengo,
Vasco e Federação do Rio aguardam a cassação da liminar de torcida única para
buscar outra opção ainda no estado. Marcelo Viana, diretor de competições da
Ferj, revelou que existe a tentativa de fazer o jogo no Nilton Santos. Manaus e
Brasília chegaram a ser apontadas como possíveis alternativas, mas as
negociações não se confirmaram.
Confira a nota oficial da Prefeitura de
Juiz de Fora e 4ª Região de Comando da Polícia
“Em
virtude da intensa programação de blocos de carnaval na cidade – como a
tradicional Banda Daki – e em toda a região, o Estádio Municipal Radialista
Mário Helênio estará restrito ao jogo da Federação Mineira de Futebol, Tupi X
URT, no próximo fim de semana, como forma de garantir o esquema de segurança da
4a Região da Polícia Militar aos torcedores do município e aos foliões de 86
cidades da Zona da Mata em todo o carnaval. Não está autorizado, então,
qualquer outro evento no estádio neste período.”

COMENTÁRIOS: