Vitória sobre o Madureira pode garantir vantagens ao Flamengo.

10
Foto: André Durão

GLOBO
ESPORTE:
O jogo é válido pela última rodada da fase de grupos da Taça
Guanabara, e Flamengo e Madureira já estão classificados e invictos até aqui.
Apesar da situação confortável, a liderança na chave pode fazer – muita –  diferença na próxima fase da competição. O
líder do grupo B jogará pelo empate a semifinal do turno. Além disso, no caso
do Rubro-Negro, há a possibilidade de garantir a presença de sua torcida na
partida que vale vaga na decisão. O Fla tem 12 pontos, e o Madureira, 10.

Nesta
quinta, a Justiça determinou que os clássicos disputados no Rio de Janeiro
terão torcida única. Isso pode afetar diretamente o regulamento previsto pela
Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj). Este apontava, até
então, que a escolha de mando de campo nas semifinais da Taça Guanabara seria
pela melhor campanha na fase de grupos – na final, a definição seria através de
sorteio. O mando, porém, não influenciava na questão de torcida única.
Ou
seja, caso a liminar não seja cassada e as partidas decisivas realizadas no Rio
de Janeiro, uma vitória neste fim de semana pode garantir a presença da torcida
do Flamengo nas arquibancadas da semifinal. Por outro lado, a Federação afirmou
que é ainda é cedo para apontar vantagem de torcida única aos clubes com melhor
aproveitamento na competição – apesar do regulamento anterior apontar o mando.
Cabe recurso?
Ainda
cabe recurso, até mesmo pelo pensamento semelhante entre as partes atingidas –
o próprio Governo do Rio já comunicou que recorrerá da decisão. Mas caso não
seja anulada a liminar, a cor da camisa da torcida presente no próximo clássico
– que pode acontecer no dia 25 de fevereiro, entre Flamengo e Vasco (basta o
Fla garantir o primeiro lugar. Se ficar em segundo, pega o Fluminense) – ou novas
alternativas só serão conhecidas após reunião entre o presidente da Ferj,
Rubens Lopes, e representantes dos clubes.
Força máxima?
O
Flamengo sabe que uma vitória pode trazer benefícios decisivos. Não por acaso o
técnico Zé Ricardo e sua comissão técnica optaram por poupar nove titulares do
jogo do meio de semana, quando a equipe venceu o América-MG, por 1 a 0, pela
Primeira Liga. Do time considerado principal, apenas Everton e o goleiro
Muralha atuaram em Brasília. A ideia é ir com força máxima neste domingo.
Os
atacantes Berrío e Leandro Damião não viajaram para Volta Redonda. O primeiro
permanece fazendo reforço muscular por conta de um desconforto no adutor
esquerdo, sentido na partida de quinta-feira. Damião, por sua vez, se recupera
da pancada no tornozelo direito que ocorreu no mesmo jogo.
Melhor começo desde 2011
São
seis jogos e seis vitórias em jogos oficiais na temporada. O começo de ano é o
melhor do Flamengo desde 2011. Sem contar o revés no amistoso diante do Vila
Nova, por 2 a 1, a equipe do técnico Zé Ricardo segue com 100% de
aproveitamento, tendo sofrido apenas dois gols. A equipe disputou quatro
partidas pelo Carioca e duas pela Primeira Liga. A estreia na Copa Libertadores
será dia 8 de março, diante do San Lorenzo.

COMENTÁRIOS: