Zé observa preparo psicológico do Flamengo para provocações.

23
Foto: Gilvan de Souza

FUT
RIO
: O técnico Zé Ricardo enxergou um Flamengo bem da cabeça no jogo contra o
Vasco, não caindo nas armadilhas adversárias, no confronto da semifinal, neste
sábado (25), que terminou 1 a 0 para o Rubro-Negro. Com um grupo diferente dos
últimos nove jogos em que não conseguiu vencer, o técnico viu uma equipe
controlada dentro do gramado do estádio Raulino de Oliveira.

– Não
foi algo só meu, foi de todos. Tínhamos de focar na nossa performance, muitos
dos atletas de hoje não participaram no período que o Vasco se manteve invicto.
Nem eu. Sabíamos que isso poderia alterar o controle emocional e trabalhamos
para que isso fosse minimizado. E isso foi feito. A equipe conseguiu se
controlar. Houve preocupação – disse, também avaliando a classificação.
– A
gente queria muito essa vaga na final. Vamos fazer de tudo para vencer a Taça
Guanabara. É importante garantir a vaga. Não vai ser fácil, mas é isso que programamos.
Vamos descansar e depois projetar o jogo de domingo. Espero que esteja todo
mundo bem.
Titulares
na final, mesmo com compromisso na Libertadores na sequência
A
final da Taça Guanabara acontece no dia 5 de março e três dias depois do
Flamengo estreia na Libertadores, contra o San Lorenzo (ARG), no Maracanã –
como esperam os dirigentes rubro-negros. Apesar da proximidade de datas, Zé
Ricardo projete ter força máxima na final contra o Fluminense. Novamente, o
CEP, Centro em Excelência em Performance, será determinante em uma escalação do
treinador.
– A
princípio não pouparei. Se tivermos compromisso no meio de semana, teria de
fazer uma avaliação diferente. A gente vai colocar em campo atletas que
iniciaram hoje. Espero que seja uma grande partida, grande palco – revelou.
O
Fla-Flu da final da Taça Guanabara acontece às 17h, do próximo domingo, dia 5
de março, ainda sem local determinado.

COMENTÁRIOS: