Após Flamengo custear reforma, Flu usará Maracanã de graça…

22
Foto: Divulgação

FUT
RIO
: Os torcedores tricolores que gostam de acompanhar a equipe no Maracanã
tiveram uma ótima notícia no início da noite desta terça-feira (28). Na
justiça, o Fluminense obteve um mandado judicial que permite a utilização do
Estádio do Maracanã pelo clube, fazendo valer o contrato junto ao consórcio.
Com isso, a partida da próxima quarta-feira (5), contra o Liverpool (URU), pela
Copa Sul-Americana, deverá acontecer no local.

Caso o
Flu não consiga usar o Maracanã nos jogos que é mandante, o consórcio que
administra o estádio será multado em R$ 10 mil por dia de atraso no
cumprimento. Lembrando que, mesmo tendo acionado a Justiça, Flu e Maracanã
tiveram uma reunião, mas sem novidades. A próxima audiência no Tribunal de
Justiça será no dia 25 de maio.
Antes
do duelo pela Sul-Americana, no reencontro com o Maraca, o Fluminense tem duas
partidas pelo Campeonato Estadual. Nesta quarta-feira (29), enfrenta o
Madureira, em Moça Bonita, e no domingo (1), pega o Flamengo, no Estádio Kléber
Andrade, em Cariacica, no Espírito Santo.
Confira, na íntegra, a decisão da Justiça
favorável ao Flu:
“Da
análise da petição inicial de fls 03/15 e documentos de fls 16/281, vê-se que
estão presentes os elementos que evidenciam, no caso concreto, probabilidade do
direito e o perigo de dano ou o risco ao resultado útil do processo,
verificando-se, então, a necessidade do pleito para tutela jurisdicional.
Defiro a concessão da tutela de urgência, determinando-se integral cumprimento
dos termos estabelecidos no contrato celebrado entre a parte ré e a parte
autora, constantes dos documentos acostados à petição inicial, em especial para
permitir que se realize o jogo da Copa Sul-Americana, contra o Liverpool,
marcado para o próximo dia 05 de abril de 2017, no Estádio do Maracanã, bem
como para os demais jogos com mando de campo da parte autora enquanto perdurar
o contrato, sob pena de multa de R$10.000,00 (dez mil reais) por dia de atraso
no cumprimento, devendo o mandado de intimação ser expedido para os endereços
mencionados às fls 14. Cumpra-se COM URGÊNCIA pelo PLANTÃO DIURNO. Sem
prejuízo, designo audiência de conciliação para o dia 25/05/2017 às 13:40 horas
na forma do artigo 334 do NCPC. Cite-se a parte ré para que compareça à
audiência de conciliação designada, acompanhado(s) de advogado ou de defensor
público, cientificando-o(s) de que sua ausência injustificada será considerada
ato atentatório à dignidade de justiça e ensejará imposição de multa (art. 334,
§8º, NCPC). Faça-se constar do mandado a advertência de que o prazo para
oferecimento da contestação será de 15 (quinze) dias, contados da data da
audiência de conciliação (art. 335, I, NCPC). Fica a parte autora intimada para
comparecimento, na pessoa de seu advogado (art. 334, §3º, NCPC), ciente de que
sua ausência injustificada à audiência será considerada ato atentatório à
dignidade de justiça e ensejará a imposição de multa (art. 334, §8º,
NCPC).”

COMENTÁRIOS: