Botafogo sempre sai por baixo contra o Flamengo nos bastidores.

21
Foto: Reprodução

UOL: Botafogo
e Flamengo não falam a mesma língua. Insatisfeito com a postura do rival em
algumas situações, o presidente do Alvinegro, Carlos Eduardo Pereira, cortou
relações com o clube da Gávea.

Se há
alguns anos os clubes já foram parceiros fora de campo e até mesmo dividiram o
estádio da Ilha, em 2005, hoje a realidade é totalmente diferente. Já são mais
de três anos de relação (ou falta de) ruim entre os coirmãos. Três motivos
fizeram com que eles se afastassem tanto nos bastidores.
Porta dos Fundos ironiza Botafogo e cria
mal-estar com Fla
Em
maio de 2015, o Porta dos Fundos, canal do Youtube, gerou a primeira grande
confusão entre os clubes. Os humoristas interpretaram jogadores de Flamengo e
Botafogo e os rubro-negros ironizavam a quantidade de patrocínios estampados na
camisa alvinegra na época.
O
Botafogo processa Porta dos Fundos, Flamengo e Adidas, já que os atores tinham
em mãos a camisa oficial do Rubro-negro, lançada no mesmo dia em que o vídeo
foi veiculado. Ou seja, os uniformes foram cedidos previamente pela fornecedora
ao clube da Gávea para a gravação. Dono do Kibe Loco e um dos sócios do Porta,
Antônio Tabet foi anunciado como vice de comunicação do Fla três meses após o
episódio.
Fla contrata Willian Arão e vê relação com
Botafogo azedar
Apesar
do episódio Porta dos Fundos, foi a contratação de Willian Arão que fez com que
a relação azedasse de vez. Após se destacar na Série B, o volante ignorou uma
cláusula de renovação automática por mais um ano com o Botafogo e decidiu ir
para o Flamengo. O Alvinegro luta para ser ressarcido, mas perdeu nas três
instâncias no Rio de Janeiro e, agora, recorrerá no Pleno, em Brasília.
Durante
algumas semanas o Botafogo ainda tentou fazer com que Willian Arão voltasse ao
clube. Essa medida, porém, ficou no passado. O Alvinegro quer agora ser
ressarcido pelo Flamengo. O Rubro-negro, por sua vez, não vê nenhuma
irregularidade na negociação e segue tranquilo quanto ao processo.
Botafogo se irrita com postura do Fla
sobre divisão de cotas de TV
Além
de Porta dos Fundos e Willian Arão, o Botafogo tem se irritado bastante com o
Flamengo no que diz respeito à divisão das cotas de televisão. O Alvinegro
defende que a verba da Globo seja dividida igualmente entre os clubes, como
ocorre na Premiere League, da Inglaterra.
O
Flamengo, por outro lado, faz valer a força da sua torcida a cada negociação
com a emissora, ganhando mais dinheiro que qualquer outro time. 

“Acho que
algumas coisas de posturas dos clubes precisam ser adequadas. Não dá para um
clube querer se posicionar acima dos demais. Esse clube quer ganhar mais do que
os outros grandes, uma visão hegemônica”, desabafou o presidente do
Botafogo, Carlos Eduardo Pereira, ao Blog do Rodrigo Mattos.

COMENTÁRIOS: