CBF dá ainda mais poder a Federações sobre os Clubes.

22
Foto: Divulgação

BASTIDORES
FC
: O novo estatuto da CBF, aprovado nesta quinta-feira, permite a Marco Polo
Del Nero ficar na presidência da entidade por mais dez anos. De acordo com o
estatuto, o presidente pode ser reeleito uma vez – mas as regras só passam a
valer a partir da próxima eleição.

Ou
seja: Marco Polo Del Nero pode se candidatar a presidente em 2019 (quando
termina seu atual mandato) e tentar a reeleição em 2023. Em 2027, Del Nero não
poderia tentar a reeleição.
Outra
mudança no estatuto é o aumento do poder eleitoral das federações estaduais. O
colégio eleitoral da entidade é formado pelas 27 federações, os 20 clubes da
Série A e os 20 clubes da Série B.
Para
driblar a maioria dos clubes, a CBF estabeleceu que os votos das federações
estaduais terão peso 3, os votos dos clubes das Séries A terão peso 2. E os
clubes da Série B terão peso 1. Na prática, se as 27 federações estaduais
votarem no mesmo candidato, elas terão 81 votos. Se os clubes se unirem, terão
60 votos.
Walter
Feldman, secretário-geral da CBF, afirmou ao blog que a nova fórmula torna as
eleições “mais democráticas”.
– O
Brasil tem 1.117 clubes, 700 deles profissionais. E eles são representados
pelas federações. Dar mais peso para os clubes das Séries A e B seria um passo
na direção da elitização – disse o cartola.
Os
clubes são participam das “assembleias-gerais eleitorais”. As
reuniões como a desta quinta-feira são as “assembleias-gerais
administrativas” e delas só participam as federações estaduais.

COMENTÁRIOS: