Conselheiro acusa diretoria do Flamengo de omitir projeto de Arena.

54
Projeto de Estádio do Flamengo em Guaratiba está “pronto” – Foto: Reprodução

EXTRA
GLOBO
: À frente do projeto em Guaratiba, Mauricio Rodrigues, filho do
ex-presidente Hélio Mauricio, deu contornos de política interna do clube ao
tema. O conselheiro fez insinuações nos últimos dias de que os projetos
atenderiam interesses pessoais e disse que o seu foi vetado por isso.

“Impedir-me
de apresentá-lo deixa no ar a desconfiança de estar contrariando interesses
pessoais”, escreveu Mauricio Rodrigues no seu Facebook. Procurado pela
reportagem, Mauricio manteve a posição:

Antes alegavam que a prioridade era o Maracanã. Agora estão falando em estádio
na Gávea. A verdade é que meu projeto contraria grandes interesses pessoais.
Não deveria ser assim, o Flamengo tem que estar acima de pessoas e grupos —
afirmou.
Segundo
ele, o grupo em questão o impede de mostrar o projeto no Conselho Deliberativo.
O presidente do Conselho, Rodrigo Dunshee de Abranches, explica que a diretoria
precisa aprovar os projetos antes de mandá-los para votação.
— A
diretoria que tem competência legal e estatutária para encaminhar projetos para
o Conselho Deliberativo do Flamengo. Se a diretoria não se interessa o
conselheiro nada pode fazer a respeito disso. A gestão é da diretoria. Repito,
cabe a ela encaminhar os projetos. Mas se ele quiser ir lá um dia falar sobre o
projeto eu não tenho nada contra. Só a diretoria pode pedir que um projeto seja
votado. Pois, cabe a ela analisar as propostas e depois de aprovado gerir a
obra e as finanças da obra — explicou Dunshee.

Vista interior, da arquibancada, do Estádio do Flamengo em Guaratiba – Foto: Reprodução

A
diretoria alegou, por sua vez, que em todos os casos são sempre levados em
consideração critérios técnicos e institucionais, e que o projeto de Guaratiba
foi analisado ano passado. O Flamengo conversa com a Prefeitura do Rio para que
sejam atendidos os critérios. A subsecretária de Esporte Patricia Amorim,
ex-presidente do clube, é quem está à frente das reuniões.
“A
Prefeitura do Rio tem sido extremamente receptiva e tem demonstrado muito boa
vontade com as pretensões do Flamengo. No entanto, é claro que ela irá agir com
todo o rigor técnico que o trato da coisa pública exige. O Flamengo, como clube
cidadão e sempre preocupado com o interesse da população, obviamente apoia
incondicionalmente essa postura”, diz a comunicação do clube.
A
Prefeitura não se posicionou.

COMENTÁRIOS: