Empresário de Éverton Ribeiro recusa o Cruzeiro por dívida antiga.

28
Éverton Ribeiro ficou mais distante de uma volta ao Cruzeiro – Foto: Alexandre Schneider/Getty Images

UOL: O
Cruzeiro fez a sua parte para contar com Everton Ribeiro. Membros da diretoria
entraram em contato com jogador e empresário a fim de repatriá-lo. A situação,
contudo, não avançou devido à resistência do estafe do atleta de 27 anos.

Ex-companheiro
do meia-atacante na Toca da Raposa II, o gerente de futebol Tinga teve a
incumbência de procurá-lo, enquanto o diretor de futebol Klauss Câmara manteve
contatos com Robson Ferreira, agente do apoiador.
“A
gente já deixou claro que as portas do clube estão abertas, ele (Everton) tem
mais dois anos de contrato, é grande destaque lá. A gente monitora lá, Tinga
entrou em contato com ele e o Klauss com empresário dele. Assim como tentamos
trazer o Marcelo Moreno de volta e não conseguimos, e o Lucas Silva, em que
conseguimos trazer de volta”, comentou o vice-presidente de futebol, Bruno
Vicintin.
“Todo
mundo me para na rua dizendo que quer o Everton de volta. É um ídolo nosso, as
portas estão abertas”, acrescentou.
 
As
conversas entre as partes não avançaram por dois motivos. Há uma pendência do
clube com o empresário do jogador antiga. Em 2012, quando ele trocou o Coritiba
pelo Cruzeiro, não houve pagamento de luvas ao agente. O outro ponto é que o
estafe assegura que Everton Ribeiro está em negociações avançadas com outro
time do futebol brasileiro. Flamengo, Palmeiras e São Paulo também estariam na
briga para tê-lo em definitivo.
Contratado
por 15 milhões de euros em janeiro de 2015, Everton Ribeiro tem contrato com o
Al-Ahli, dos Emirados Árabes Unidos, até janeiro de 2019. A saída do jogador
está condicionada ao pagamento de 5 milhões de euros por 50% de seus direitos
econômicos. O UOL Esporte apurou recentemente, com uma pessoa ligada ao clube,
que seria difícil o jogador retornar ao Brasil nesta janela de transferências.

COMENTÁRIOS: