Fla-Flu já decidiu Taça Guanabara 8 vezes, e Flamengo venceu 6.

63
SPORTV:
Adversários desde 1912, Flamengo e Fluminense já foram finalistas da Taça
Guanabara em oito oportunidades, desde que a competição foi criada, em 1965. O
Rubro-Negro ganhou seis duelos (em 1970, 1972, 1978, 1984, 2001 e 2004). Já o
Tricolor fez a festa em 1966 e em 1991. Ao longo da história do troféu, os
vencedores são: Flamengo (20 títulos); Vasco (12); Fluminense (9); Botafogo
(8); América, Americano e Volta Redonda (1).
Em
tupi-guarani, a palavra Guanabara quer dizer braço de mar ou seio de mar. Parte
integrante do Campeonato Carioca, a Taça Guanabara é praticamente uma
competição à parte dentro do Estadual, tendo em vista sua tradição e o interesse
que desperta entre os clubes e a torcida.
O
troféu foi criado em 1965, para apontar o representante carioca na Taça Brasil,
a competição nacional daquela época. A Taça Brasil foi extinta em 1969, mas a
Taça Guanabara continuou a ser disputada. Assim, passou a ser o primeiro turno
do Campeonato Carioca (depois estadual), em 1972. Oito anos depois, foi
disputada como um torneio separado. Entre 1981 e 2013, a disputa voltou a valer
pelo primeiro turno do Estadual, com exceção dos anos de 1994 e 1995. Após três
anos em que era somente a priemira fase, neste ano, é novamente um turno do
Carioca.
A Taça
leva o nome do antigo Estado da Guanabara. Em 1960, quando o Rio deixou de ser
a capital do Brasil, o antigo Distrito Federal passou a se chamar Guanabara,
uma cidade-estado. Em 1975, houve a fusão dos dois estados, e o estado da
Guanabara deixou de existir.
Além
das decisões de Taça Guanabara, tricolores e rubro-negros fizeram, no Rio,
finais de Estaduais e de Taças Rio. Nas 11 decisões de campeonato, o time das
Laranjeiras levou a melhor em oito: 1919, 1936, 1941, 1969, 1973, 1983, 1984 e
1995; e o da Gávea ganhou três, em 1963, 1972 e 1991. Em duas finais de Taça
Rio, segundo turno da competição, houve equilíbrio: o Rubro-Negro foi vitorioso
em 1986, e o Tricolor, em 2005.
No
Rio, ser campeão da Taça Guanabara dá realmente um status de campeão, com
direito a faixa, pôster, volta olimpica e gozação sobre os rivais, algo que não
existe na imensa maioria dos outros estaduais, onde praticamente não se
comemora uma conquista de turno. A festa é completa quando o clube campeão
desse troféu acaba festejando também o mais importante: o estadual. No Rio,
essa dobradinha já aconteceu em 30 oportunidades.

COMENTÁRIOS: