Flamengo visita o Vitória pelo NBB.

15
Foto: Stephan Eilert

GLOBO
ESPORTE
: Um duelo rubro-negros irá movimentar o Novo Basquete Brasil nesta
sexta-feira, 24. Vivendo momentos distintos, Vitória e Flamengo vão medir
forças no Ginásio Poliesportivo de Cajazeiras, a partir das 20h. Líder isolado,
o time carioca quer manter o embalo para fechar em primeiro lugar a fase de
classificação, ganhando assim o direito de decidir em casa nos playoffs. Do
outro lado, os baianos, que já foram até líderes e hoje ocupam a sexta
colocação, ainda buscam o G-4, o que garantiria um lugar direto nas quartas de
final sem a necessidade do playoff nas oitavas.

Na
última rodada, também fora de casa, o Flamengo dominou o Basquete Cearense e
venceu mais uma. Agora em Salvador, a equipe do técnico José Neto quer manter a
pegada para voltar ao Rio de Janeiro com folga na tabela para os dois últimos
confrontos, quando terá o mando de quadra contra o Minas, no Tijuca, e o
Brasília, em Manaus. Para o armador Ricardo Fischer, o time está crescendo na
hora certa.
– Com
certeza nosso time está cada vez mais entrosado. Demorou para jogarmos todos
juntos. Estamos crescendo na hora certa. Espero um jogo muito duro, é uma ótima
equipe, ainda mais jogando em casa. Eles estão em busca do G-4, tem todos os
ingredientes para ser um belo jogo – garante o armador, que anotou 13 pontos
contra o Basquete Cearense.
Do
outro lado, o Vitória pode seguir com problemas. No último jogo, o time foi
surpreendido em casa pelo Macaé e perdeu a chance de colar no G-4 de vez.
Desfalques nesse jogo, Hayes, Key e Kurtz ainda são dúvidas do técnico Régis
Marelli. O armador Arthur, um dos mais experientes do Leão, espera a ajuda da
torcida.

Contra o Macaé jogamos sem três titulares e isso acabou influenciando em nosso
rendimento. Não jogamos bem, mas agora é levantar a cabeça. Temos o Flamengo
pela frente. Espero que a torcida compareça, pois eles sempre nos ajudam –
disse o jogador.

COMENTÁRIOS: